Eduardo é recebido com festa no Baixo Amazonas

Cerca de 50 indígenas da etnia saterê maué viajaram cinco horas de barco para prestigiar a visita do candidato a governador Eduardo Braga (PMDB) ao município de Barreirinha, na tarde desta sexta-feira (28), representando as 64 comunidades saterês da zona rural do município.

O agricultor saterê Sérgio Ferreira trouxe a família para, segundo ele, agradecer ao apoio de Eduardo aos povos indígenas do Amazonas. Eduardo criou, em 2004, a Secretaria de Estado dos Povos Indígenas (Seind), pasta que foi desativada nas administrações que o sucederam.

“Viemos agradecer pelo apoio do Eduardo nas causas indígenas. O Luz pra Todos, que ele levou para nossas comunidades, mudou a vida das pessoas, porque hoje podemos ter aula noturna na escola. E também o Centro de Mídia (da Seduc), porque sem ele eu não teria condições de ir até a cidade para estudar”, disse Sérgio.

Nesta sexta-feira (28), Eduardo visitou mais cinco municípios do interior: Urucará, Nhamundá, Barreirinha, Maués e Parintins. Em todos os municípios, foi recebido com uma imensa carreta, seguida de um comício onde pode apresentar as propostas para tirar o Amazonas da crise.

Entre elas, as principais são: baixar o ICMS de produtos básicos e combustível pra estimular a economia e gerar emprego e renda; reabastecer de remédios os hospitais e zerar as filas em 120 dias; valorizar a polícia e os policiais para retomar a paz na ruas; retomar as obras paradas na capital e no interior e os programas sociais da juventude e de regionalização da merenda.

Neste final de semana, o candidato ainda visita os municípios de Careiro, Autazes, Nova Olinda, Coari, Tefé e Iranduba, chegando a 54 cidades neste primeiro turno de campanha.

“Ninguém pode querer governar o estado sem olhar nos olhos do povo de Nhamundá, do povo de Maués, do povo de Parintins, do povo do interior do Amazonas”, declarou Eduardo.

Foto: Divulgação

Assessoria de Comunicação

Esta matéria é de total responsabilidade do candidato