Eduardo Paes brinca com Cristo maior que do Rio: ‘Quero ver ter essa vista’ 

Imagem: Divulgação/Associação Amigos do Cristo Protetor

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM), usou o Twitter para ironizar o projeto ambicioso que construíra o maior Cristo Redentor do Brasil – somando corpo e base – em Encantado (RS), superando o monumento do Corcovado.

“Construir estátua maior é moleza! Quero ver é ter essa vista…”, compartilhou Paes junto a uma foto do Cristo carioca.

A ironia foi levada em tom de brincadeira pelo prefeito de Encantado, Jonas Calvi (PTB), que rebateu: “Sem discussão. O Rio de Janeiro continua lindo e o mundo inteiro já conhece. Agora venham todos conhecer o Cristo Protetor de Encantado e as belezas do Vale do Taquari, conhecer nossa cultura e saborear nossa culinária maravilhosa”, escreveu o político.

Paes ainda agradeceu a resposta amigável de Calvi e aproveitou para marcar uma visita à nova estátua, que deve começar a receber turistas em dezembro de 2021. “Vai ser um prazer conhecer Encantado e o Cristo Redentor daí. Pode me chamar para a inauguração. Faço questão de conhecer os encantos de Encantado. Viva nosso Brasil. Em tempo: Obrigado por ter entendido a brincadeira”, escreveu.

A estátua gaúcha, chamada de Cristo Protetor, é feita de concreto e ferro, orçada em R$ 2 milhões. O dinheiro foi arrecadado por meio de doações de empresários e da comunidade. Não existe verba pública na construção.

Depois de inaugurada, a estátua de Encantado terá 37 metros – sem levar em conta a base – o que a tornará o maior monumento de Cristo no Brasil, superando o da cidade de Elói Mendes, em Minas Gerais, que possui 31,5 metros, e o famoso Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, de 30 metros.

Se considerar o pedestal, Encantado contará com o segundo maior monumento, ficando atrás de Sertãozinho, em São Paulo, que ergueu uma estátua de 18 metros, mas com uma base de 38 metros. Elói Mendes (39,5 metros) e Rio de Janeiro (38 metros) aparecem logo atrás.

No mundo, o monumento gaúcho será o terceiro maior, ficando atrás do Cristo de La Paz (72 metros), em construção no México; e do Cristo Rei (52 metros), na Polônia.