Eduardo vence o debate da Globo apresentando propostas

O candidato Eduardo Braga foi o destaque no debate promovido pela TV Amazonas, afiliada da Rede Globo, entre os candidatos ao Governo do Amazonas. Eduardo centrou sua participação na apresentação das propostas que constam no Plano Emergencial para tirar o Amazonas da crise.

No primeiro bloco, Eduardo Braga questionou o candidato Amazonino Mendes sobre a geração de emprego e renda e o problema da violência no Amazonas. Diante da resposta de Amazonino de que fará um estudo sobre o assunto, Eduardo afirmou que o Amazonas não tem mais tempo a perder.

“O Amazonas não pode mais esperar pois estamos com 350 mil desempregados e essa falta de emprego está influenciando nos índices de violência em todo o Estado. Precisamos agir rápido. Assim que assumirmos o governo vamos reduzir de 14% para 1% o ICMS da cesta básica e acabar com a cobrança de 2% do ICMS sobre os combustíveis. Vamos implementar uma nova política fiscal que vai reduzir os impostos para quem gera emprego. Assim vamos movimentar a economia e gerar emprego para nossa gente”, disse Eduardo.

Perguntado sobre qual a proposta para resolver o problema da mobilidade urbana em Manaus, Eduardo disse que vai usar engenharia de trânsito e tecnologia. “Somente com o uso de semáforos inteligentes, podemos minimizar de 30% a 40% dos problemas de trânsito, principalmente nos horários de pico. Vamos fazer parceria com a Prefeitura de Manaus, independente de quem
seja o prefeito”, afirmou o candidato.

Perguntado sobre a questão indígena, Eduardo fez questão de destacar que percorreu 50 cidades do interior do Amazonas neste primeiro turno e viu de perto os problemas enfrentados pelas populações indígenas. “O triste é perceber que os problemas enfrentados pelos índios são os mesmos do ribeirinho e da população em geral. Em 15 meses temos que fazer ações em todas as áreas, pois nada está funcionando no estado”, afirmou.

Eduardo também falou sobre as ações na saúde. “Vamos acabar com as filas que hoje maltratam a população amazonense tanto nas consultas especializadas quanto nas cirurgias eletivas com mutirões na capital e no interior. Em 120 dias, vamos reabastecer de medicamentos da cesta SUS todas as unidades de saúde”, afirmou.

Na segurança, Eduardo destacou a necessidade de valorização dos policiais militares e civis investindo em equipamentos e garantindo a data-base da categoria, além das promoções de forma escalonada.

Sobre a área da educação, Eduardo lembrou que esteve em Lábrea, Humaitá e Itacoatiara e viu uma escolas de tempo integral inacabadas. Vamos restabelecer o projeto Jovem Cidadão que, com uma bolsa de estudos, ajudava o aluno a permanecer na sala de aula. Investimento em educação é essencial, por isso criei o Plano de Cargos e Salários e, infelizmente, hoje sequer respeitam a data-base do professor. Assim que assumirmos o governo vamos retomar tudo isso”, garantiu.

Nas considerações finais, Eduardo parabenizou a emissora pelo debate e agradeceu a oportunidade de apresentar suas propostas à população. “Teremos um trabalho duro nos próximos 15 meses para colocar o Amazonas novamente no trilho do desenvolvimento. Mas acreditamos que o nosso estado Tem Jeito e a melhor opção para tirar o Amazonas da crise é votando 15.

Foto: Divulgação

Assessoria de Comunicação

Esta matéria é de total responsabilidade do candidato