Em Anamã, parentes de secretários e vereadores teriam recebido Auxílio Enchente

O município de Anamã, no interior do Amazonas, foi um dos locais bastante castigados pela cheia deste ano

anamã parentes

Foto: Paulo Frazão

O Auxílio Estadual Enchente foi alvo de uma denúncia nos últimos dias. Circula nas redes sociais que parentes de vereadores e secretários do município de Anamã, distante a 161 quilômetros de Manaus, receberam o benefício do Governo do Amazonas de forma indevida.

Uma lista divulgada pela Defesa Civil do Amazonas consta o nome de Alicia Maria da Silva Souza e Aline Silva e Silva, possivelmente, seriam sobrinhas do gerente do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) em Anamã, Eurico Paulo Barbosa e da irmã dele Zelilde Pinheiro, eleita vereadora do município nas Eleições de 2020.

“Me admiro que eu tenho um filho e meu nome estava na lista pra receber, vim pra Manaus resolver caso de saúde e não ganhei. E as pessoas com condições ganhando e até quem nem mora em Anamã ganhou”, disse um internauta.

Além disso, foi constado que a lista possui nomes repetidos, com diz a denúncia nas redes sociais.

Foto: Reprodução/Facebook

Entrega

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), esteve presente em abril deste ano no município de Anamã para entregar os cartões do Auxílio Estadual Enchente, no valor de R$ 300, como parte do Operação Enchente.

Na época, Anamã foi a 13ª visitada pelo governador nesta operação. O município estava em Situação de Emergência em razão da cheia.

O benefício de R$ 300 foi pago em parcela única. O Governo do Amazonas estipulou que, aproximadamente, 100 mil famílias no estado iriam receber o benefício.

Proibição

O Governo do Amazonas estabeleceu alguns requisitos para adquirir o Auxílio Enchente. As pessoas que tivessem uma renda familiar mensal de até dois salários mínimos, que conste na folha de pagamento do serviço público ou renda superior ao valor do benefício, não poderiam participar da seletiva para receber o pagamento.

Caso seja comprovado, os nomes listados não atendem todos os critérios para receber o recurso estadual, pois são parentes de funcionários da Prefeitura de Anamã e de vereadores do município.

Vale ressaltar que Anamã foi um dos municípios mais castigados pela cheia em 2021. Por isso, o Governo do Amazonas decidiu conceder o pagamento do benefício para quem teve prejuízos com a enchente.

Resposta

O Radar Amazônico entrou em contato com o Governo do Amazonas cobrando esclarecimentos sobre a denúncia. Em nota, o governo ressaltou que não recebeu nenhuma denúncia formal sobre o assunto e reforça que os cadastros dos beneficiários do auxílio em Anamã.

“A Defesa Civil do Amazonas ressalta que o status de servidor público não é impedimento para que o cidadão receba o auxílio emergencial enchente, desde que o mesmo esteja dentro dos critérios pré-determinados para ter direito ao benefício”, conclui a nota.

Confira a lista dos beneficiados aqui