Em apenas três jogos, Mano já começa a dar a sua cara ao Palmeiras

Em apenas três jogos sob o comando do técnico Mano Menezes, o Palmeiras já mudou seu estilo de jogo. Nas três vitórias consecutivas (Fluminense, Goiás e Cruzeiro), os zagueiros Vitor Hugo e Gustavo Gómez evitam chutões e procuram sempre sair jogando. Os volantes se aproximam mais da área do rival para finalizar. Foi assim que Bruno Henrique fez o gol da vitória sobre o Cruzeiro e Felipe Melo conseguiu finalizar quatro vezes.

Outra mudança importante é o posicionamento do centroavante Luiz Adriano, que sai menos da área. Na vitória sobre o Fluminense, por exemplo, ele estava dentro da área para fazer os três gols do triunfo. Outra mudança no estilo de jogo é a diminuição dos cruzamentos na bola parada. Muitas vezes o time prefere jogar rápido pelo chão para surpreender o adversário.

Mano Menezes também começa a se mostrar nas escolhas que vem fazendo. Em vez de tentar segurar a vantagem mínima diante do Cruzeiro escalando mais um volante, o treinador trocou Gustavo Scarpa por outro meia, Lucas Lima. Fez esta opção depois de ter treinado o substituto para ajudar mais na marcação nos últimos dias.

O estilo de Mano Menezes seguramente estará mais presente na próxima rodada. Pela primeira vez, o novo treinador terá uma semana para treinar. O próximo jogo será diante do Fortaleza, no domingo, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro.

As três vitórias seguidas contribuíram para que o Palmeiras alcançasse o melhor primeiro turno de sua história com 39 pontos. “O Palmeiras fez o melhor primeiro turno de sua história nos pontos corridos. O que cabe a nós é perseguir esse adversário fazendo a nossa parte bem feita. Agora temos um campeonato para disputar, então certamente podemos fazer melhor. Não estou desmerecendo o que foi feito até agora, que foi muito bom em termos de resultado. Vamos tentar jogar bem, como o torcedor gosta de ver seu time”, afirmou o treinador após a vitória sobre o Cruzeiro por 1 a 0.

Antes da Copa América, o técnico Luiz Felipe Scolari conduziu o time em grande campanha, mas a equipe perdeu fôlego e anotou apenas cinco pontos em sete rodadas depois do torneio sul-americano. O Palmeiras assumiu a segunda colocação, ultrapassando o Santos. A equipe alviverde tem 39 pontos, três a menos do que o líder Flamengo.