Anúncio

Em carta, MDB diz que país não quer ‘direita ou esquerda’

Uma “carta aberta à nação” deve ser lançada pelo MDB, às vésperas da convenção que vai oficializar a candidatura de Henrique Meirelles. O documento faz elogios ao candidato do partido e destaca que a sigla não teve tempo para “implantar e desenvolver plenamente” suas propostas e pede continuidade.

Segundo o texto, Meirelles é experiente e tem equilíbrio. “O Brasil não quer ir para a direita nem para a esquerda. O que os brasileiros querem é ir em frente”, diz a carta que relembra a passagem de Meirelles pelo Ministério da Fazenda.

O documento também faz uma convocação para que a militância defenda o candidato da sigla. “Henrique Meirelles será o primeiro presidente do MDB eleito pelo voto direto”, afirma a carta.

A coluna Painel, da Folha de S. Paulo, recorda que Tancredo Neves foi escolhido em 1985 por um colégio eleitoral e Michel Temer chegou à presidência após o impeachment de Dilma Rousseff.

Fonte: Notícias ao MInuto