Em clima de campanha, Bolsonaro vem a Manaus para participar de ‘motociata’

O presidente retorna para a capital amazonense em menos de três semanas, quando participou da Marcha para Jesus

bolsonaro-motociata

Foto: Reprodução/Instagram

O presidente Jair Bolsonaro (PL) irá cumprir agenda em Manaus no próximo fim de semana em menos de três após participar da Marcha para Jesus, que aconteceu no dia 28 de maio. Segundo a programação oficial, ele irá participar de uma ‘motociata’ organizada por movimentos conservadores da capital amazonense.

A ‘motociata’ vai começar na Ponta Negra, zona Oeste de Manaus, a partir das 14h, e seguirá até a Arena da Amazônia. Bolsonaro também participará de um evento religioso que será realizado no Sambódromo, com a presença do deputado-pastor Silas Câmara (Republicanos), líder da Igreja Assembleia de Deus.

Bolsonaro vem à capital amazonense em meio a crise causada pela morte do indigenista Bruno Pereira, servidor da Fundação Nacional do Índio (Funai), e do jornalista inglês Dom Phillips, colaborador do jornal The Guardian, mortos na região do Vale do Javari, no interior do Amazonas.

Desde quando o indigenista e o jornalista inglês desapareceram, Bolsonaro fez pouco caso, chegando a dizer que eles desapareceram por se “aventurarem na Amazônia”, declaração que não foi bem vista pelos ativistas que lutam em prol do meio ambiente.

Após repercussão negativa, o presidente mudou o tom do discurso e disse que havia “indícios que fizeram maldade” com Bruno e Dom, mas mesmo assim, continuou sem se importar com o caso.

Vale ressaltar que o Vale do Javari é constante alvo do garimpo ilegal, contudo, Bolsonaro até hoje não tomou nenhuma providência para impedir esses ataques.