Em comício, Amazonino diz que está mudando o estado e alerta sobre candidato inexperiente

Foto: Clóvis Miranda

“Nós temos o dever cívico de alertar a população. Cuidado com aqueles que no exercício da palavra consertam o mundo, mas na verdade são nada mais, nada menos, que ouro falso”. A reflexão marcou o último comício do candidato à reeleição, governador Amazonino Mendes (PDT), da coligação “Eu voto no Amazonas”, realizado por volta das 21h dessa quinta-feira (4), no bairro Cidade Nova, zona norte.

Amazonino Mendes fez um balanço dos 12 meses à frente do mandato tampão e das ações que retiraram o Amazonas do estado de caos e de situação pré-falimentar, e mudou a economia do estado. Ele ressaltou que novamente o estado vive um risco, caso seja eleita uma pessoa inexperiente, que não conhece sequer o funcionamento da máquina administrativa.

“Pegamos o estado quebrado, em que nada funcionava. Saúde era um caos. Sem medicamentos, salários de profissionais atrasados. Não pagavam datas-bases de nenhuma categoria. Não se realizava obras. Imaginem se o governante que recebesse a missão e a tarefa fosse um inexperiente que para fazer qualquer ato tinha que ‘perguntar lá no posto Ipiranga’? Como iria ser? Como estaríamos hoje?”, comentou o governador, ressaltando que não se pode entregar o estado nas mãos de pessoas sem condição de governabilidade. “São pessoas irresponsáveis e aventureiras. Eu não posso admitir. Se você vai abrir uma padaria, você não contrata um padeiro que nunca fez um pão. Como você pode colocar no governo alguém que nunca administrou um botequim? Como pode?”, completou o candidato.

De acordo com o candidato, que exerce o quarto mandato de governador, em um ano de governo, reorganizou a máquina administrativa e impediu os desvios de recursos, cujo resultado foi investimento de R$ 1,5 bilhão em obras. “Eu fui implacável neste governo contra aqueles que tentavam assaltar o estado. Mas no futuro eu não vou ser o implacável, eu vou ser o carrasco dos ladrões. Porque eu vim economizando e consegui R$ 1,2 bilhão para fazer obras em todos os estados”, relembrou Amazonino.

Mudança

Candidata a vice-governadora, a ex-deputada federal Rebecca Garcia (PP), destacou que o candidato Amazonino representa a verdadeira mudança no Amazonas, uma vez que foi pelas mãos do governador que o estado conseguiu sair da prior crise econômica já existente de todos os tempos. “Eu estou neste palanque pela razão, porque sei que governar não é para qualquer um, para preencher espaço de vaidades. Governar é decidir o futuro de mais de quatro milhões de moradores e somente o Amazonino é capaz de continuar com o avanço alcançado nesses 12 meses. E ao lado dele, sei que iremos construir o maior governo de toda a história do Estado, principalmente com políticas públicas eficientes para a mulher amazonense”, destacou Rebecca.

Participaram do último comício, o deputado federal Alfredo Nascimento (PR), candidato ao Senado, além de candidatos à Câmara Federal e à Assembleia Legislativa, bem como moradores da zona norte e lideranças comunitárias.

Matéria de responsabilidade da assessoria do candidato