Em meio à pandemia, Conmebol agradece a Bolsonaro por sediar Copa América no Brasil

Jair Bolsonaro com a taça da Copa América de 2019 junto com a seleção brasileira, que venceu o torneio - Carl de Souza - 7.jul.2019/AFP

Jair Bolsonaro com a taça da Copa América de 2019 junto com a seleção brasileira, que venceu o torneio – Carl de Souza – 7.jul.2019/AFP

Em reunião na manhã desta segunda-feira (31), a Conmebol avaliou propostas e definiu Brasil como nova sede do torneio.

O anúncio foi feito após encontro do conselho da entidade, no Paraguai. No noite do domingo (30), a Argentina abriu mão de sediar o torneio em razão do recrudescimento da pandemia de Covid-19 no país.

O pronunciamento da Conmebol aponta uma influência do governo Bolsonaro para que a Copa América migrasse para o Brasil.

“O melhor futebol do mundo trará alegria e paixão a milhões de sul-americanos. A Conmebol agradece ao Presidente Jair Bolsobaro e sua equipe, bem como a Confederação Brasileira de Futebol, por abrir as portas daquele país ao que é hoje o evento esportivo mais seguro do mundo. A América do Sul vai brilhar no Brasil com todas as suas estrelas!”, diz postagem no Twitter do entidade.