Em menos de uma semana, patrimônio do candidato Wilson Lima quadruplica

Em menos de uma semana, o patrimônio do candidato ao governo do Estado, Wilson Lima (PSC) quadruplicou, subindo de R$ 55 mil para R$ 225,9 mil, segundo dados do Sistema de Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), nessa segunda-feira (20).

Quando confirmou sua candidatura na disputa ao cargo no Executivo, Wilson declarou ter bens avaliados em R$ 55 mil, distribuídos em participações societárias que totalizavam R$ 50 mil, depósito bancário em conta corrente no valor de R$ 1,2 mil e caderneta de poupança avaliada em R$ 4,7 mil, conforme mostra a matéria do Radar – Os mais ricos e mais pobres na corrida ao governo do Amazonas – dizem eles! – publicada no último dia 14.

Na ocasião, ele declarou não ter nem carro e nem casa. Mas por um passe de “mágica” agora aparece nos seus bens declarados um apartamento avaliado em R$ 120 mil, de acordo com as informações da Justiça Eleitoral. Além disso, o patrimônio referente às outras participações societárias dobrou e subiu de R$ 50 mil para R$ 100 mil. Atualizando a soma dos valores declarados, Wilson disse ter R$ 225,9 mil.

Vale destacar que a partir desta segunda, os candidatos que se registraram para as eleições deste ano poderão atualizar dados dos bens que declararam à Justiça Eleitoral. Ou seja, mais candidatos poderão ficar “mais ricos” ou “mais pobres” na corrida pelo governo do Amazonas.

Em nota ao Radar, Wilson Lima respondeu, por meio de assessoria de imprensa, que a empresa estava com o valor do capital social equivocado na prestação de contas e que o apartamento não havia sido declarado por ser financiando.

Confira a nota na íntegra
A assessoria de imprensa do candidato ao governo do Amazonas pelo PSC, Wilson Lima, esclarece ao Radar Amazônico o equívoco na apresentação dos bens do jornalista ao TRE. A empresa que o jornalista possui, em sociedade com sua esposa, estava com o valor do capital social equivocado na prestação de contas e também não havia sido declarado um apartamento, que o jornalista ainda está financiando junto a banco. A coordenação da campanha já corrigiu os enganos junto ao TRE e por isso houve alteração no valor do patrimônio declarado.