Em nota oficial, PMDB de Braga diz que nas eleições de 2014 “afrontaram a lei eleitoral e as instituições democráticas”

Eduardo 26Após o término do julgamento no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que redundou na cassação do governador José Melo e de seu vice, Henrique Oliveira, por conduta vedada a agente público e compra de votos, o PMDB do ministro Eduardo Braga, adversário de Melo nas eleições passadas, enviou nota à imprensa classificando a segunda-feira (25) como um dia histórico para o Amazonas.
O PMDB, partido da Coligação Renovação e Experiência que tinha como candidato majoritário o então senador Eduardo Braga, diz na nota que “sempre teve a mais absoluta certeza de que o processo eleitoral de 2014 havia sido maculado pela ganância dos adversários, que afrontaram a lei eleitoral e as instituições democráticas”.
O partido diz que permanece vigilante acompanhando de perto os desdobramentos jurídicos.

Ler nota na íntegra:

Nota PMDB