Em nove meses, aplicativo ‘Aviso Polícia’ registrou 372 abordagens a coletivos

Ilustração: SSP-AM

De janeiro até setembro deste ano, o aplicativo ‘Aviso Polícia’ registrou 372 abordagens da Polícia Militar aos coletivos em que passageiros desconfiaram do comportamento de outras pessoas dentro do veículo. Neste mesmo período, foram feitos 1355 acionamentos da população pelo aplicativo. Desses, 815 foram para testes da população.

O aplicativo que foi desenvolvido pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) para coibir ocorrências dentro dos veículos do transporte público da capital, tem mostrado resultado efetivo no combate à criminalidade.

Segundo dados do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), o Aviso Polícia foi baixado mais de 60 mil vezes desde a sua criação. Ano passado, os chamados da população resultaram em 980 abordagens de urgência da polícia em ônibus. Nesses casos, após uma conversa rápida por chat, uma viatura policial mais próxima do veículo é despachada para fiscalizar o veículo e revistar passageiros.

Em 372 casos de acionamento da população houve confirmação da ocorrência e o deslocamento de viatura. Em 168 ocasiões, houve um acionamento não confirmado, o que se deve há erros na utilização do app.

“O aplicativo ‘Aviso Polícia’ agiliza o tempo de resposta e deslocamento da viatura, devido a todos os dados já serem registrados no momento em que o usuário aciona a ocorrência, o que é fundamental para frustrar qualquer tentativa de roubo e consequentemente diminuir a criminalidade”, explicou o coordenador da equipe de Desenvolvimento de Sistemas do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), major bombeiro Marco Antônio Gama.

O aplicativo pode ser baixado de forma gratuita no Google Play. Para utilizar o app em todas as suas funcionalidades, o usuário realiza um cadastro com nome, telefone, e-mail e endereço. Em seguida, a população poderá acionar a polícia quando necessário.

O ‘Aviso Polícia’ faz parte do Sistema de Aplicativos de Chamadas de Emergência (Sace) que se integra às chamadas e comunicações de ocorrências via 190 – da Polícia Militar – e 193 – do Corpo de Bombeiros.

*Com informações da Assessoria.