Em oito meses como titular da Suframa, Coronel Menezes duplicou salários em mais de R$ 100 mil apenas viajando

blank

 

Em apenas oito meses de trabalhos à frente da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), o titular da autarquia, Coronel Alfredo Alexandre de Menezes Júnior conseguiu duplicar seus salários em mais de R$ 100 mil apenas com gastos de passagens e diárias de hotéis. Se somados, os gastos com viagens chegaram a R$ 102.846,63, ou seja, no período como titular da autarquia, Menezes já recebeu mais de R$ 238 mil.

Outra informação que causa espanto é que nesse período como superintendente, o coronel passou mais de dois meses em viagens para fora do Amazonas e fora do Brasil.

O detalhamento dos gastos com passagens e diárias, além do valor bruto de seu salário, se encontram disponíveis no Portal da Transparência do Governo Federal.

No detalhamento das passagens é possível perceber que houve duas passagens para o exterior, sendo a primeira para Israel de 29 de março a 05 de abril (R$ 19.268,94) e a outra para Alemanha de 04 de agosto a 12 do mesmo mês (R$ 24.662,83).

Na soma geral, as dez viagens para Brasília (DF) renderam ao Coronel mais de R$ 35 mil em diárias e hospedagem. Outras duas idas para São Paulo (SP) garantiram mais R$ 8,6 mil. O Superintendente viajou uma vez para as cidades de Rio Branco (AC), Boa Vista (RR), Porto Velho (RO) e Macapá (AP). Veja o detalhamento na tabela abaixo.

Alfredo Menezes é o terceiro militar a assumir a autarquia desde a sua criação. Ele substitui o advogado tributarista e engenheiro de pesca Appio Tolentino, que comandava a Suframa desde 14 de junho de 2017.

A reportagem do Radar Amazônico solicitou justificativa para os gastos com passagens e diárias do superintendente da Suframa, Coronel Alfredo Menezes, titular da Suframa, assim como um posicionamento de sua assessoria para saber se Menezes apresenta recibo de seus gastos de viagens, mas até a publicação desta matéria, aguarda retorno.

Posicionamento

Embora a assessoria da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) não tenha respondido as demandas do Radar no tempo solicitado, durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta terça-feira (15), sobre o lançamento da 2ª Feira do Polo Industrial de Manaus, Coronel Menezes, justificou uma de suas viagens publicadas na matéria. “Fomos à Alemanha para conseguir modelos de tecnologias que poderiam ser aplicados aqui no nosso Estado”, disse.

Veja abaixo a tabela com os valores pagos:

blank