Em parceria com TRF-4, TCE-AM implanta novo sistema de tramitação de documentos

Em parceria com o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), o Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) está implantando o Sistema Eletrônico de Informações (SEI) para tramitação de 100% dos processos e documentos eletrônicos internos. O software foi desenvolvido pelo TRF4 e cedido gratuitamente para uso do TCE-AM.

O acordo de cooperação para ter acesso ao SEI já foi assinado pela conselheira-presidente do TCE, Yara Lins dos Santos, na semana passada, e prevê, em até 120 dias de implantação, a tramitação digital de ofícios, memorandos, requerimento de férias, abono permanência, pedidos de indenização (férias ou licença especial) e processos administrativos (contratos, viagens ou cursos), entre outros. Com a adesão, o TCE-AM se soma aos Tribunais de Contas de São Paulo, Minas Gerais, Tocantins, Rio Grande do Sul, Rondônia e Roraima, além de outros 300 órgãos de várias esferas da administração pública que usam o SEI.

O software engloba um conjunto de módulos e funcionalidades que promovem a eficiência administrativa. É um sistema de gestão de processos e documentos eletrônicos, com interface amigável e práticas inovadoras de trabalho, tendo como principais características a libertação do paradigma do papel como suporte físico para documentos institucionais e o compartilhamento do conhecimento com atualização e comunicação de novos eventos em tempo real.

O SEI é 100% Web e pode ser acessado pelo Internet Explorer, Firefox e Google Chrome. Em razão da portabilidade, pode ser acessado remotamente microcomputadores, notebooks, tablets e smartphones de vários sistemas operacionais (Windows, Linux, IOS da Apple e Android do Google), de forma segura e à distância.

Por meio do SEI, é possível, por exemplo, se gerenciar expedientes administrativos, permitindo que o usuário, de onde estiver, tome conhecimento do teor do processo e assinem remotamente contratos e outros tipos de documentos, sem falar que o mesmo usuário pode gerenciar a criação e o trâmite de processos e documentos restritos e sigilosos, conferindo o acesso somente às unidades envolvidas ou a usuários específicos.

Com informações da assessoria do TCE-AM.