Em pleno “inverno amazônico”, prefeito de Amaturá decide prorrogar decreto de emergência por 60 dias justificando seca

O decreto que estabelece a "situação de emergência" possibilita que o gestor do município realize contratações sem nenhum processo licitatório


Foto: reprodução

Mesmo com a alta incidência de chuvas, na época do ano popularmente conhecida como “inverno amazônico”, o prefeito de Amaturá (a 903 km da capital) José Augusto Barrozo Eufrásio (PROS), prorrogou por mais 60 (sessenta) dias o decreto N°1.947/2021, que declara como “situação de emergência a Área Rural e Urbana do Município afetadas pelo evento da estiagem”. O decreto foi publicado nessa terça-feira (04) no Diário Oficial dos municípios. (ver documento no final da matéria). A estiagem ou seca consiste na falta de chuva numa determinada região por um longo período de tempo.

Importante ressaltar que com esse decreto de situação de emergência o prefeito de Amaturá poderá realizar contratações sem nenhum processo licitatório. Tendo em vista que o Amazonas passa pelo inverno e que isso pode de alguma forma facilitar fraudes em licitação, o Radar consultou o site de meteorologia ‘Clima Tempo’ e conferiu a previsão de tempo para os próximos dias, inclusive esta desta quarta-feira (5), que aponta 67% de chance de chuva em todo o estado.

E nos próximos oito dias a previsão segue apontando para a incidência de chuvas e a baixa temperatura. Como é o caso do desta quinta-feira, que deve  registrar a mínima de 23° Celsius.

A previsão aponta mais de 50% de chance de chuva nos próximos oito dias.
Fonte: ClimaTempo

Isso demonstra que atualmente é praticamente impossível o município de Amaturá estar passando pelo período de seca.

Velho conhecido dos órgãos de controle

Essa não é a primeira vez que as ações do prefeito chamam atenção. Em junho de 2021, ele foi alvo de uma recomendação do Ministério Público do Amazonas (MPAM) que o obrigava a exonerar 16 familiares dele e de seu vice-prefeito que haviam ganhado cargos na prefeitura sem a realização de concurso público.

Posicionamento

Tendo em vista a justificativa do decreto em pleno período de chuvas, a reportagem procurou a assessoria de comunicação da prefeitura para questionar fotos, documentos ou notícias sobre a estiagem.

O Radar aguarda respostas.

Veja o decreto na íntegra