Em resposta ao coronel Menezes, Marcelo Ramos diz que não leva a sério “um desqualificado”

Em resposta aos ataques pessoais que sofreu por parte do superintendente da Suframa, coronel Alfredo Menezes, em uma rede social, nesta sexta-feira (17), o deputado federal Marcelo Ramos (PL), se limitou a enviar ao Radar uma nota de poucas linhas, onde diz que não vai responder às ofensas feitas a sua trajetória pessoal e política por alguém que ele classificou como “desqualificado”.

“Só leio e respondo quem eu levo a sério e eu não levo a sério um desqualificado que entregou o polo de concentrados da Zona Franca de Manaus na bandeja”, disse Marcelos Ramos, por meio de sua assessoria de imprensa.

O  superintendente da Suframa, usou sua rede social, nesta sexta, para atacar Ramos por causa de críticas à alíquota do polo de concentrados. Isso porque o parlamentar, avaliou que a fixação do IPI em 8% feita pelo presidente Jair Messias Bolsonaro (Sem Partido), nessa quinta-feira (16), é “o caminho da morte ”para o polo de concentrados de refrigerantes da Zona Franca de Manaus (ZFM).

No texto, Menezes afirmou que todos conhecem a trajetória pessoal e profissional do deputado federal Marcelos Ramos e o chamou de “um carreirista” e “sem credibilidade nenhuma com o povo do estado do Amazonas”.