Em reunião com Braga, prefeitos conseguem assessoria técnica para elaboração de projetos

“As verbas existem. Vocês só precisam fazer um levantamento do que os municípios mais precisam”, explicou o senador Eduardo Braga, em reunião realizada em Brasília, nessa terça-feira (07/02), com cinco prefeitos do interior do Amazonas (Urucurituba, Boa Vista do Ramos, Boca do Acre, Benjamin Constant e Novo Airão). Braga garantiu a eles assessoria técnica para a elaboração de projetos que necessitam de recursos federais.

Durante a reunião, ele recomendou aos prefeitos que priorizem iniciativas autossustentáveis. “Geralmente, construímos projetos que demandam recursos e mais recursos. Vamos tentar fazer um trabalho e identificar as nossas metas para que possamos fazer projetos que se auto sustentem”, disse o prefeito de Novo Airão, Wilton Santos.  “Ele (Eduardo Braga) nos passou a bola. Nos deu a liberdade de definir as nossas prioridades. Mas alertou que precisamos, primeiro, tirar os municípios da inadimplência”, acrescentou.

Setores mais carentes

Infraestrutura, saúde e educação são as áreas que mais necessitam de investimentos, destacaram os prefeitos. Benjamin Constant, afirmou o prefeito Davi Bemerguy, “padece por não fazer frente às demandas da população” nos serviços de saúde. “Boca do Acre está com a infraestrutura, a saúde e a educação totalmente acabadas. O município precisa retomar o crescimento”, acrescentou o prefeito Zeca Cruz.

Em Boa Vista do Ramos, segundo o prefeito Eraldo da Silva, a rede de saúde não conta com medicamentos nem profissionais especializados. “A prefeitura está pagando R$ 20 mil por semana para um médico cirurgião prestar atendimento a uma população de, aproximadamente, 20 mil pessoas”, disse.

Nova orla

O prefeito de Urucurituba, Claudionor Pontes (Sabugo), agradeceu a Eduardo Braga pela liberação de R$ 6 milhões para a recuperação da orla da cidade. “Aguardamos, ainda, mais R$ 8 milhões do Ministério da Integração Nacional para essa obra. A frente da cidade está caindo. Corremos o risco de perder a rua principal de Urucurituba”, alertou.

Fonte: Assessoria de Imprensa 

Foto: Vagner Carvalho