Anúncio

Em sete dias, Manaus registrou 62 novas notificações de casos suspeitos de sarampo

Desde a divulgação do 9º Informe liberado pela Sala de Situação de Vigilância em Saúde no último dia 8 de maio, foram registrados mais 62 novos casos suspeitos de sarampo, conforme o 10º Informe Epidemiológico de Monitoramento do Sarampo, divulgado nessa terça-feira (15) pela Prefeitura de Manaus. Já foram notificados um total de 457 casos suspeitos da doença.

Entre os casos notificados, 30 foram confirmados, 47 estão descartados e 380 continuam sob investigação. De acordo com o novo informe, a faixa etária mais atingida ainda é a de crianças de até cinco anos de idade, compondo 73,34% dos casos confirmados e 59,53% dos suspeitos.

“O maior número de crianças no registro de notificações dos casos de sarampo é um padrão que vem se mantendo desde o início do surto da doença em Manaus. Por isso, os serviços de saúde realizaram diversas ações de prevenção priorizando esse público específico, incluindo a campanha de vacinação contra o sarampo que já beneficiou 132.431 crianças”, informa o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

O novo informe mostrou ainda que 19 dos casos confirmados foram notificados na zona Norte, além de sete na zona Sul, três na zona Leste e um na zona Rural. Em relação aos casos suspeitos, a zona Norte também registra o maior número de notificações com 41,79% dos casos, seguida da zona Sul (23,19%), zona Leste (17,94%), zona Oeste (16,19%) e zona Rural (0,88%).

A vacinação contra o sarampo continua a ser reforçada em todas as 183 salas de vacina da rede pública de Saúde. A vacina tríplice viral imuniza contra sarampo, rubéola e caxumba, e é contraindicada para pessoas com alergia grave ao ovo de galinha, alergia à proteína do leite de vaca e crianças que estejam em tratamento com medicamento imunossupressor. Esses casos devem ser avaliados por um profissional de saúde.

Fonte: Assessoria de comunicação da Semsa

Foto: Lucas Silva/Arquivo Semcom