Em três meses, Corregedoria-Geral de Justiça do AM recebe mais de 4 mil processos

Foto: Divulgação

A Corregedoria-Geral de Justiça do Amazonas (CGJ-AM), através de seu Setor de Protocolo e Autuação Virtual, recebeu e deu tramitação a 4.625 processos e demandas nos meses de julho, agosto e setembro deste ano de 2020.  O Setor de Protocolo e Autuação Virtual da CGJ-AM funciona no térreo do edifício Des. Arnoldo Péres (Av. André Araújo, bairro Aleixo) e, mesmo com a pandemia, vem funcionando ininterruptamente, de segunda a sexta-feira, de 8h às 14h.

Apontando um aumento de demandas recebidas a cada mês, em julho de 2020 foram recebidas e autuadas, pelo referido setor da CGJ-AM, 1.453 demandas no último mês de julho; 1.538 no mês de agosto e 1.634 no mês de setembro.

Em somatório, os requerimentos, devidamente recebidos e tramitados, registram 4.625 demandas e correspondem a um quantitativo de 3,92 Gigabytes em arquivos (informatizados) processados no período.

Dentre os requerimentos, incluem-se: pedidos de providências e/ou reclamações em face dos cartórios extrajudiciais do Amazonas; requerimento para autorização de celebração presencial de casamentos; dúvidas quanto aos pagamentos de taxas e emolumentos nos cartórios extrajudiciais; reclamação em face de servidores; solicitações de delegacias de polícia, de secretarias (estaduais e municipais) e de outros tribunais e corregedorias; tramitação de matérias relacionadas à adoção internacional de crianças e adolescentes; pedidos de Informação de cidadãos acerca de qualquer matéria de competência da Corregedoria e outros.

Como acessar os serviços

De acordo com o chefe do Setor de Protocolo e Autuação Virtual da CGJ-AM, Juliano Lopes, todos os esforços estão sendo empregados para atender com eficiências aos cidadãos nas demandas pertinentes à Corregedoria, mesmo neste período de pandemia.

“Com os devidos protocolos sanitários estamos atendendo de segunda a sexta-feira de forma presencial no térreo do Edifício Des. Arnoldo Péres (sede da Justiça Estadual) e disponibilizando, para os que assim preferirem, nossos serviços on-line, com as demandas podendo ser direcionadas ao e-mail [email protected] e os pedidos de orientação/informações podendo ser requisitados (de segunda à sexta, de 8h às 14h) aos contatos telefônicos (92) 2129-6757 e (92) 98195-2330, este último com disponibilização, também de WhatsApp”, informou Juliano Lopes.

(*) Informações da assessoria