Embaixador da Venezuela no Iraque declara apoio a Guaidó

O embaixador da Venezuela no Iraque, Jonathan Velasco, manifestou apoio ao líder do Parlamento Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente interino, afastando-se de Nicolás Maduro e alegando que este violou a Constituição.

“Sr. presidente Guaidó, você está do lado certo da história, do povo e da Constituição, por isso colocamo-nos a serviço do Estado que você constitucionalmente representa e dirige”, disse Velasco, neste sábado (2), num vídeo publicado nas redes sociais.

O diplomata observou que Maduro e “seu clã de usurpadores superaram uma barreira que quebra o limite admissível de ser um funcionário do Estado e cúmplice de um governo usurpador”.

Também no sábado, o general da divisão de Aviação venezuelana, Francisco Yánez Rodríguez, declarou ter deixado de reconhecer a autoridade “nula e ditatorial de Nicolás Maduro”, reconhecendo Guaidó como presidente interino.

Velasco aproveitou para pedir a todos os cidadãos que exercem funções do Estado e no governo a darem “um passo adiante” em defesa da Constituição e do povo venezuelano.

O embaixador indicou que a Assembleia Nacional é o “único poder da República vinculado à ética, legitimidade e legalidade”, e assegurou que esta instituição é responsável por preencher o vazio de poder criado pela violação da Constituição.

“Apoiar o presidente da Assembleia Nacional é nossa obrigação, dever e responsabilidade constitucional, e o engenheiro Juan Guaidó tem o direito constitucional e o dever de assumir a Presidência da República”, afirmou.