Empresa se defende após vídeo sobre “falsa promoção” viralizar no Twitter

Um vídeo que mostra uma suposta fraude em uma promoção para a semana da Black Friday viralizou nas redes sociais. As imagens, publicadas no Twitter, mostram uma funcionária da Lojas Renner de Criciúma (SC) colando, em blusas, etiquetas amarelas sobre outras brancas – os dois selos exibem o mesmo preço (assista abaixo).

A empresa precisou se manifestar, também no Twitter, após o vídeo ser compartilhado mais de 50 mil vezes e abrir caminho para uma chuva de críticas.

A Renner afirmou a um internauta que a cor amarela indicava apenas que os itens tinham desconto no momento do pagamento.

“Oi! Tudo bem? A Lojas Renner esclarece que a etiqueta amarela sinaliza os produtos participantes da Black Friday, promoção que dá desconto de 20% nesses itens nas lojas físicas, no momento do pagamento”, diz o comunicado.

O caso foi notificado pelo Procon de Criciúma ainda na quarta-feira. O órgão informou que retirou as peças com o problema para troca de etiquetas.

Além disto, o Procon comunicou que esta foi a primeira infração em uma loja de roupas durante a Black Friday em todo o estado de Santa Catarina.

Segundo o coordenador do órgão, Gustavo Colle, os produtos que estavam com etiquetas promocionais apresentavam o mesmo valor antes da promoção.

“Entramos em contato com o consumidor que gravou o vídeo do flagrante e já acionamos os nossos fiscais para se descolarem até a loja e eles encontraram a irregularidade da precificação”, explicou Colle.