Empresário é assassinado em sítio no Rio Preto; familiares suspeitam que ex-mulher participou do crime

O empresário César Augusto Lago, 57, foi assassinado com três disparos de arma de fogo e uma facada na noite da última quarta-feira (20), em seu sítio localizado na comunidade São Benedito, em Rio Preto da Eva (a 78 quilômetros de Manaus).

Para os familiares de César, há chances da participação da ex-mulher do empresário no crime, porque ela teria sido vista por testemunhas horas depois do assassinato buscando o filho do casal, uma criança de 7 anos, que presenciou o fato.

“Ela insistiu para que ele viesse para o sítio, onde ocorreu o crime. Além disso, ela fugiu com o filho e deve estar em Manaus”, disse um familiar que não quis ser identificado.

Assassinato a sangue frio 

Na noite do crime, o empresário estava na companhia dos seus três filhos, duas crianças e um adolescente de 16 anos e, ao colocar os filhos para dormir, foi deitar-se, quando foi surpreendido por dois homens, não identificados, que saíram efetuando disparos à queima roupa e não satisfeitos desferiram uma facada na vítima.

Os filhos ainda tentaram socorrer o pai, que morreu poucos minutos. Diante do ocorrido, o Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para fazer a remoção do corpo.

O crime é investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).