Empresário que roubou a própria mercadoria para tentar aplicar golpe é preso pela Polícia

O empresário Moisés Silva dos Santos, 39 anos, e outras seis pessoas foram presas, em flagrante, por policiais do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) envolvidos em roubo de uma carga de materiais eletrônicos, avaliada em R$ 27 mil.

“O empresário trabalha vendendo peças eletrônicas para outras cidades. Uma pessoa em São Paulo pagou cerca de R$ 27 mil por uma mercadoria anunciada por Moisés. Então ele contratou uma empresa de logística para transportar a carga até o comprador e planejou o crime para receber o reembolso da empresa e, ainda, ficar com o material para revender novamente. Ele contratou os seis infratores para abordar o veículo da empresa de logística no trajeto e efetuar o roubo. Ele queria lucrar três vezes”, explicou o diretor do DRCO, delegado Sinval Barroso.

Também foram presos Diego Rocha de Freitas, 23; o detento do regime semiaberto do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), José André da Silva Elias, 36; Odaires da Silva Borges, 29, conhecido como “Pará”; Sérgio Rodrigues de Almeida, 38; Thallison Fellipe Rios de Souza, 27, e Wellington Uchoa Nogueira, 26, o “Branco”.

A fraude
Durante a ação criminosa, duas pessoas armadas abordaram o transportador da carga na saída da empresa, enquanto outros quatro infratores estavam em três veículos, sendo uma da montadora Fiat, modelo Palio, de cor verde; um da montadora Volkswagen, modelo Gol, de cor branca, e um veículo da montadora Toyota, modelo Hilux, dando apoio ao crime.

“Logo após o delito, representantes da empresa de logística acionaram o DRCO, e nós iniciamos as diligências para elucidar o caso. Tivemos acesso às imagens da câmera de segurança, e a partir disso identificamos os infratores. Durante a tarde de quarta-feira (3), por volta das 13h, prendemos Sérgio e Thallison, no momento em que eles estavam tentando vender parte do material roubado na avenida Sete de Setembro, bairro Centro, zona sul de Manaus”, disse Barroso.

Diego, José, “Pará” e Wellington foram presos com parte do material roubado, em locais distintos do bairro Armando Mendes, zona leste de Manaus. Já Moisés foi preso no bairro Colônia Antônio Aleixo, com material oriundo do delito, também naquela zona.

Diego, José, Moisés, Odaires, Sérgio, Thallison e Wellington foram autuados em flagrante por roubo majorado e organização criminosa. Ao término dos procedimentos cabíveis na base do DRCO, eles serão levados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da capital.

Com informações da assessoria da PC-AM.