Enquanto bandidos atacam o povo e o caos mata no trânsito, veja o que fazem os comandantes da polícia e o diretor do Detran

slide capaImagens enviadas ao Radar mostram servidores públicos que, como diz a própria denominação, deveriam estar buscando meios de melhor  servir ao povo que é quem paga seus salários, em grupos de bate-papo do Whatsapp combinando atividades da campanha à reeleição do governador José Melo, assim como do ex-governador e candidato ao Senado da República, Omar Aziz. Entre eles está o próprio comandante da Polícia Militar do Amazonas, coronel Almir David, e comandante do Ronda no Bairro, coronel Roosevelt, escolhido pelo governador José Melo assim que assumiu.

“Não quero comandante do Ronda no Bairro em ar-condicionado. Ele tem que ser operacional e fiscal do fiscal”, disse o governador dias antes de empossar o coronel no comando do Ronda no Bairro. Mas, observe o que o comando está fiscalizando nas redes sociais, com certeza de dentro de uma sala com ar-condicionado, com telefone pago com dinheiro público? Enquanto isso o povo não consegue ser atendido pelos telefones do Ronda no Bairro quando precisa de socorro, né mesmo? E, no nosso caso, que somos o Zé Povinho, não tem mais nem como ligar já que os ladões já roubaram tudo que é celular, né mesmo gente?

Mas, o absurdo não para por aí. Os comandantes da área de Segurança Pública batem papo pelo Whatsapp com o Diretor do Detran, o ex-vereador Leonel Feitoza, içado ao órgão quando Omar Aziz era governador. O diretor do Detran, conta aos coronéis como foi o bandeiraço pró- Melo e Omar feito por funcionários do Detran. Enquanto isso, os cidadãos enfrentam filas vergonhosas e chegam a ter que agendar atendimento no órgão pra retirar seus carros que estão presos no parqueamento. E o cidadão, que tem que esperar quando o Detran bem entende de atendê-lo, tem que pagar várias diárias para liberar seu veículo, ou seja, o povo paga pela morosidade do Detran, enquanto os funcionários são designados para fazer campanha política.

Também aparece no grupo do Whatsapp, o secretário de Saúde Wilson Alecrim, tratando sobre atividades na campanha do governador, enquanto a saúde pública está o caos. Mais detalhes dessa estória você vê nas imagens e tira suas próprias conclusões de como está desgovernada a nossa cidade, e a que ponto de desmandos nós chegamos. (Any Margareth)

Clique nas imagens para amplia-las:

slide 1

 

slide 2

slide 3

slide 4

slide 5

slide 6

slide 7

slide 8

slide 9

slide 10

slide 11

slide 12

slide 13

slide 14

slide 15

slide 16

slide 17

slide 18

slide 19

slide 20

slide 21

slide 22

slide 23