Anúncio

Enquanto governador aponta rombos no caixa, extratos bancários mostram mais R$ 140,2 milhões só do Fundeb

Na semana passada, caíram mais R$ 140.2 milhões na conta do Estado do Amazonas vindo do governo federal, aponta o extrato de conta do governo no Banco do Brasil. (Ver documento no final da matéria) O recurso foi direcionado para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A informação foi divulgada pelo deputado Serafim Correa (PDT) nessa sexta-feira (3).

O principal discurso de Amazonino Mendes, é de que o Estado “está quebrado”, que as ações do seu governo vêm sendo feitas sem dinheiro, desde que assumiu o cargo em 04 de outubro do ano passado. Mas o extrato do BB, retirado na sexta mostra o contrário.

O próprio deputado Serafim Corrêa já tinha questionado o atual governador sobre a declaração de “rombos”, mesmo com o governo tendo em caixa mais de R$ 2 bilhões. Inclusive, na abertura do ano da Assembleia Legislativa (ALE-AM), nessa última quinta-feira (1), após o governador voltar a repetir a frase feita, Serafim lembrou novamente do detalhe “gordo” esquecido.

“O que ele escondeu foi que no dia 30 de janeiro, assinou relatório para o Tesouro Nacional, dizendo que tinha em caixa R$2.218.151.112,48. Como quem tem mais de dois bilhões e duzentos milhões de reais em caixa está quebrado?” indagou o deputado. Afinal, perguntar não ofende.

Vejam o extrato do Banco do Brasil:

Clique na imagem para ampliar