Enquanto tem prefeito fazendo festa, sobe para 29 o número de municípios em situação de emergência

Tem se tornado rotineiro em meio a cheia de 2022, com aulas paradas nas escolas, ruas inundadas e muitas outras dificuldades enfrentadas pela população do Amazonas, mas os prefeitos continuam fazendo contratos para shows e gastando com festas. Em contrapartida, de acordo com relatório mais recente da Defesa Civil, divulgado na quinta-feira (19) subiu para 29 o número de municípios em situação de emergência.

O Amazonas tem sido terreno fértil para que artistas nacionais venham ganhar dinheiro público de cidades do interior do Estado. Enquanto o povo desses  municípios passam por dificuldades financeiras, não tem faltado dinheiro pra pagar shows.

Com a subida dos rios e a alagação do município, as prefeituras podem decretar a chamada “situação de emergência” onde recebe o reconhecimento legal de que está passando por uma situação anormal provocada por desastres. Com isso, o prefeito em questão pode usar da dispensa de licitação para fazer contratos a seu bel prazer, se aproveitando do momento pelo qual passa o município.

Confira a lista dos municípios que estão em situação de emergência:
  • Calha do Juruá: Guajará, Ipixuna, Envira, Itamarati, Eirunepé, Juruá, Carauari
  • Calha do Purus: Boca do Acre, Lábrea, Canutama
  • Calha do Madeira: Borba, Nova Olinda do Norte
  • Calha do Alto Solimões: Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Tabatinga, S.
  • Antônio do Içá, Tonantins
  • Calha do Médio Solimões: Japurá, Tefé
  • Calha do Baixo Solimões: Manacapuru, Careiro da Várzea, Caapiranga,
  • Manaquiri, Anamã, Careiro Castanho
  • Calha do Médio Amazonas: Itacoatiara, Rio Preto da Eva
  • Calha do Baixo Amazonas: Boa Vista do Ramos, Maués

Confira a lista de municípios que contrataram shows no interior mesmo com a situação da cheia de 2022

Situação de Atenção

A classificação é utilizada quando há risco de um evento meteorológico ou hidrológico significativo e que seja imprevisível, como a cheia. Nesta categoria, temos o município de  São Gabriel da Cachoeira.

Situação de Alerta

  • Calha do Purus : Tapauá, Beruri, Pauini.
  • Calha do Alto Solimões: S. Paulo de Olivença, Amaturá.
  • Calha do Médio Solimões: Jutaí, Fonte Boa, Maraã, Uarini, Alvarães, Coari.
  • Calha do Baixo Solimões: Codajás, Anori, Iranduba.
  • Calha do Médio Amazonas: Presidente Figueiredo, Silves, Autazes,
  • Urucurituba, Itapiranga.
  • Calha do Baixo Amazonas: Barreirinha, Nhamundá, Urucará, S. Sebastião do
  • Uatumã, Parintins.
  • Calha do Rio Negro: Manaus, Novo Airão, Barcelos, S. Isabel do Rio Negro.

Famílias prejudicadas

De acordo com o relatório da Defesa Civil, um total de 292.626 pessoas e 73.157 famílias já foram afetadas pela enchente deste ano no estado do Amazonas até a quinta-feira (19).