Escândalo: aumento do ‘Cotão’ da CMM é destaque em rede nacional

Aumento de quase 100% foi aprovado em votação relâmpago

Foto: Reprodução / TV Globo

O aumento de quase 100% no valor da cota para o exercício da atividade parlamentar (CEAP), aprovado no dia 15 de dezembro pelos vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM), ganhou repercussão nacional essa semana e foi destaque até no telejornal mais assistido do país, o Jornal Nacional, exibido pela TV Globo na edição desse sábado (18).

A reportagem exibida em rede nacional ainda destacou que enquanto cada vereador terá direito a 45 assessores, por meio da mudança aprovada, grande parte da população manauara sequer possui acesso a serviços essenciais como saneamento básico e postos de saúde.

Além do Jornal Nacional, a Globo News e o site “O Antagonista” que é especializado em política, também repercutiram o caso.

O aumento da cota passa a valer a partir de janeiro de 2022. Por mês, o Cotão vai custar mais de R$ 1.35 milhão aos cofres públicos. Em um ano, esse valor pode custar até R$ 16,2 milhões.

Vale lembrar que esse não é o único gasto exorbitante aprovado em 2021 pelos vereadores de Manaus. Conforme o Radar Amazônico vem mostrando desde o início do ano, a Câmara Municipal de Manaus durante a gestão de vereador David Reis (Avante) vem fazendo inúmeras contratações com indícios de superfaturamento, que vão desde aquisição de café e açúcar, até a construção de um puxadinho no valor de R$ 32 milhões de reais.