Escola do Legislativo realiza roda de conversa sobre suicídio entre idosos

Uma roda de conversa, realizada nesta segunda-feira (16) na Escola do Legislativo Senador José Lindoso que fica localizada nas dependências da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), debateu sobre o suicídio na terceira idade, com a especialista e psicóloga Denise Machado Duran Gutierrez.

Segundo dados do Ministério da Saúde, entre 2011 e 2016 houve um aumento na taxa de suicídio entre idosos com mais de 70 anos. Nessa faixa etária, foram registradas uma média de 8,9 suicídios para cada 100 mil nos últimos seis anos. O alto índice de suicídio entre idosos é observado no mundo todo.

De acordo com a psicóloga, as tentativas de suicídio na terceira idade costumam ser definitivas, diferente de tentativas feitas por jovens que algumas vezes pensam em suicídio por impulso, motivados por uma decepção amorosa, tristeza, revoltas, entre outras. Segundo Denise Gutierrez, o isolamento social e a perda de laços afetivos podem deixar o idoso vulnerável, além de doenças como a depressão.

Em trabalhos e pesquisas recentes, a especialista afirmou que o apoio de parentes e amigos – por meio de elos afetivos e encontros sociais -, é essencial para a saúde emocional dos idosos. “É preciso ter um tempo e um diálogo de qualidade com as pessoas que amamos. Muitas vezes elas só querem ser ouvidas”, concluiu Denise.

Entre os fatores de risco para o suicídio em todas as faixas etárias estão transtornos mentais, como depressão, alcoolismo, esquizofrenia; questões sociodemográficas, como isolamento social; condições psicológicas, como perdas recentes; e condições incapacitantes, como lesões desfigurantes, dor crônica e neoplasias malignas.

(*) Com informações da Aleam