Escolas destaques em conferência do meio ambiente ganham laboratórios móveis de ciências

As escolas da rede municipal de ensino que ficaram em 1º e 2º lugares da etapa municipal da 5ª Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente (Cnijma) vão poder contar a partir de agora com um laboratório didático móvel de ciências. Mais de 10 mil alunos de 14 escolas da rede municipal de ensino serão beneficiados. Os laboratórios reúnem mais de 270 itens de diferentes materiais, com aproximadamente 821 componentes.

A subsecretária de gestão de educacional, Euzeni Trajano, salientou que o intuito pedagógico do laboratório é subsidiar o trabalho que as escolas fazem voltado ao meio ambiente e, sobretudo, mais uma ferramenta de aprendizagem na rede municipal de ensino que ajudará os professores a trabalhar de forma mais atrativa diversas disciplinas.

“O laboratório tem um material pedagógico muito rico, a partir do qual os alunos vão poder desenvolver experiências e projetos, que, inclusive, foram trabalhados na etapa municipal e estadual da Conferência e, vai possibilitar, ainda, que o aluno o compreenda não só aspecto teórico trabalhado em sala de aula, mas também o prático, envolvendo, por exemplo, a matemática, geografia, entre outros”.

Laboratório

O laboratório conta com materiais e acessórios de um laboratório convencional. Possui manuais de práticas e apoio didático e não necessitam de uma sala exclusiva, podendo ser utilizados em locais abertos.

Também são autônomos em água e energia elétrica, equipados com ar comprimido e um conjunto de materiais, que possibilitam práticas experimentais para atender às aulas de ciências da natureza, química, física e biologia. Possui ainda painel eletrônico e, devido à sua flexibilidade e mobilidade, permite que sejam utilizados simultaneamente por várias turmas.

Dentre os materiais que acompanham o laboratório há microscópio, parquímetro, bússola, béquer, multímetro, além de jogos lúdicos, quites de primeiros socorros e mini lousa.

Segundo a gestora da escola Vicente de Paula, Maria Santana Cunha, o laboratório vai ajudar a fortalecer as ações idealizadas e apoiadas pela unidade. “Este laboratório vai ajudar a potencializar e fortalecer as ações que a escola vem realizado e, sobretudo, vai desenvolver o potencial dos nossos alunos. Por isso, a escola Vicente de Paula só tem a agradecer”.

Após todos os kits serem entregues, os professores das escolas contempladas passarão por capacitação para aprender a manusear o aparato pedagógico que acompanha o material, como explicou a articuladora da comissão organizadora da Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente pela Semed, Ana Lúcia Barros.

Fonte: Assessoria de comunicação da Semed

Fotos: divulgação Semed