Escritor de livro sobre assassinato de Marielle é morto no Rio de Janeiro

Divulgação

Nesta segunda-feira (17), a Delegacia de Homicídios do Rio informou que já abriu investigação para apurar a morte do escritor e capoeirista Leuvis Manuel Olivero, de 38 anos.

O dominicano, naturalizado americano, que escreveu um livro sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco e outro com críticas ao governo de Jair Bolsonaro, foi assassinado no dia 10, na Tijuca. O autor morava há pouco mais de dez anos no Brasil.

Segundo as investigações, as testemunhas contaram que os tiros partiram de dentro de um carro na rua Gonzaga Bastos. O corpo de Leuvis foi encontrado com marcas de tiros na cabeça e no abdômen.

Familiares e amigos do escritor fizeram uma vaquinha na internet a fim de arrecadar dinheiro para que o sepultamento dele seja realizado nos Estados Unidos.

A polícia ainda investiga o motivo do crime.