Espaços culturais terão ações de inclusão de PCDs

A primeira vez que a estudante Laisa assistiu a um concerto no Teatro Amazonas, ela ficou emocionada. O espetáculo contava com intérprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras) e a adolescente, que é surda, conta que experimentou, pela primeira vez, o sentimento de “pertencer” àquele que é um dos espaços culturais mais importantes do mundo.

Laisa é fruto da inclusão da pessoa com deficiência aos espaços culturais, mas ela não é a única. A estudante junto com outros alunos da Escola Estadual Augusto Carneiro, participou de uma visita guiada ao Centro Cultural Palácio Rio Negro e falou sobre a importância da inclusão social.

A tradução de espetáculos e a visita guiada em Libras são algumas das ações realizadas pela Assessoria de Inclusão da Pessoa com Deficiência da Secretaria de Estado de Cultura do Amazonas (SEC).

Além da tradução de espetáculos e a visita guiada em Libras, a Assessoria de Inclusão da Pessoa com Deficiência oferece serviços de audiodescrição; montagem de área especial para pessoa com deficiência em grandes eventos, como o desfile das escolas de samba de Manaus; visitação para alunos com síndrome de down ou autismo; e curso básico de interpretação de Libras.

As visitas podem ser agendadas por meio do telefone: (92) 3232-5556.