Espanha combate incêndios florestais provocados por onda extrema de calor

Bombeiros tentam conter incêndio florestal em Pumarejo de Tera, perto de Zamora, norte da Espanha, neste sábado (18) — Foto: Cesar Manso/AFP

Bombeiros continuam tentando controlar vários incêndios na Espanha neste domingo (19), enquanto a onda de calor extrema e incomum começa a diminuir. Na França, as altas temperaturas se concentram no oeste do país, após um pico de altas temperaturas na véspera.

O maior desses incêndios florestais já destruiu mais de 25 mil hectares na Sierra de la Culebra, uma serra da região de Castela e Leão, perto da fronteira com Portugal, segundo as autoridades regionais.

O fogo, que começou na quarta-feira durante o tempo chuvoso e seco, obrigou as autoridades a esvaziar 14 vilarejos, com várias centenas de habitantes.

Os moradores foram autorizados a regressar no domingo de manhã, devido à melhoria da situação.

Várias estradas foram desbloqueadas e uma ligação ferroviária de alta velocidade entre Madrid e a região noroeste da Galiza, que foi fechada no sábado devido aos incêndios, também foi reaberta, acrescentaram as autoridades.

Em outras partes do país, incêndios florestais menores também ocorreram na região da Catalunha (noroeste) e na região de Navarra (norte), uma das poucas regiões da Espanha onde as temperaturas permaneceram excepcionalmente altas no domingo.

Estradas livres para bombeiros

O governo regional de Navarra exortou a população a evitar “viagens desnecessárias” para deixar as estradas livres para os bombeiros.

“Temos algumas horas muito difíceis pela frente”, disse o diretor do Ministério do Interior de Navarra, Amparo Lopez Antelo.

O trabalho dos serviços de resgate foi dificultado pelas altas temperaturas e rajadas de vento que sopram do sul, a uma velocidade de mais de 30 quilômetros por hora, acrescentou.

Temperaturas acima de 40°C foram registradas na Espanha ao longo da semana, mas caíram no domingo na maior parte do país.

Os termômetros devem atingir apenas 29°C em Madri no domingo e 25°C na província de Zamora, onde está localizada a serra de Culebra.

Na França, o serviço nacional de meteorologia suspendeu o alerta vermelho lançado devido à onda intensa e precode de calor que atingiu seu pico no sábado, com temperaturas ultrapassando os 40°C em várias regiões. Mas as temperaturas permanecem altas no oeste do país, chegando a 38° em algumas áreas.