Espião analisa principais jogadores dos finalistas do Paulista, Carioca, Mineiro e Gaúcho

Clima decisivo no ar. O final de semana será de início das definições dos primeiros campeões estaduais da temporada. O Espião Estatístico* resolveu entrar em campo para ajudar com a leitura das partidas dos seguintes campeonatos: Paulista, Carioca, Mineiro e Gaúcho. Confira a análise dos destaques individuais dos times para entender as virtudes e fraquezas dos finalistas até aqui.

Paulista: São Paulo x Corinthians

Após eliminar o Palmeiras na semifinal, o São Paulo aposta na garotada para ser campeão. Com a queda precoce na Libertadores, troca de técnico e instabilidade política, o Tricolor encontrou na base a esperança para se reerguer.

Os últimos quatro gols da equipe foram marcados por jovens recém promovidos ao profissional: Antony, Igor Gomes (2x) e Liziero foram os principais responsáveis por levar o São Paulo à final da competição, o que não acontece há 16 anos.

No Corinthians, o destaque ofensivo continua sendo Gustagol. Apesar de não balançar a rede há quatro jogos, o atacante segue como principal arma ofensiva da equipe: são oito gols e duas assistências, tendo participado diretamente de 40% dos gols do Timão na temporada.

Na defesa, Cássio tem salvo o Alvinegro, sobretudo nas decisões de pênalti: em três disputas, o goleiro participou diretamente da classificação corintiana em duas (Racing e Ferrovário). Diante do Santos, na semifinal, o goleiro foi decisivo e fez seis defesas difíceis no tempo regulamentar.

Carioca: Vasco x Flamengo

No Rio de Janeiro, os campeões da Taça Guanabara e Taça Rio confirmaram o favoritismo e chegaram à final da competição.

Do lado vascaíno, Marrony é quem concentra a maior participação em gols. Com cinco bolas na rede e duas assistências, o atacante começa a temporada em grande estilo. Outro destaque é Tiago Reis, que substituiu Maxi López e deu conta do recado: foram quatro gols, assumindo o posto de vice-artilheiro da equipe.

Mineiro: Cruzeiro x Atlético-MG

Embalado com a boa fase na Libertadores, o Cruzeiro chega confiante para o primeiro confronto da final do Mineiro. Fred, que fez um hat-trick na última quarta-feira contra o Huracán, confirmou a boa fase, tornando-se o artilheiro do ano com 14 gols. Além dos gols, o atacante contribuiu com três assistências, tendo participado de 41% dos gols celestes.

Outro destaque do time é Rodriguinho, que já assumiu papel de protagonista na Raposa. Em apenas 11 jogos, o meia já balançou as redes sete vezes e deu dois passes para gol.