Está preso jovem acusado de participar da morte e esquartejamento do corpo de Ana Caroline, 18 anos

assassino-e-ana-capa

Um rapaz  de apenas 20 anos, Geneses da Silva Lopes, mais conhecido como “Capataz” está preso sob acusação de ter participado do assassinato e esquartejamento de Ana Caroline Nascimento dos Santos, de 18 anos. Ele estava foragido e foi preso no município de Coari, distante 363 quilômetros da capital, por policiais da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) daquela cidade, sob o comando do delegado Mauro Duarte. Ele foi preso, na manhã desta quarta-feira, dia 19, por volta das 8h, logo após o recebimento de denúncias anônimas, informando que ele estava escondido em Coari.

Após diligências, os policiais civis encontraram o acusado em frente a uma residência situada na Rua B do bairro União, naquele município. O jovem foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva por homicídio, expedido no dia 18 de novembro de 2015, pelo juiz Mauro Moraes Antony, da 3ª Vara do Tribunal do Júri.

O delegado lembrou que o homicídio da estudante aconteceu na madrugada do dia 2 de novembro do ano passado, em uma casa localizada na zona Norte da capital, alugada por sete indivíduos, colegas de Ana Caroline, para que eles pudessem consumir entorpecentes.  No dia do crime ela teria usado drogas com os rapazes mas se recusou a participar de orgia sexual. O primeiro a assediá-la teria sido um rapaz de 17 anos que é filho de um traficante da área.

Ele tentou agarrar Ana Caroline e levou um tapa no rosto. A partir daí ele teria agredido a garota e dado ordem para que ela fosse morta, seu corpo esquartejado e partes do corpo fossem espalhadas por diversas áreas da cidade.

Geneses é o quarto infrator interceptado por envolvimento no delito. Antes dele foram presos: Rodrigo de Castro Sá, 18, e Franklin da Silva, 20, apontado como ex-namorado da vítima. O adolescente de 17 anos, que instigou o homicídio, já foi apreendido pela polícia no ano passado. Continuam foragidos: Lucas Chunia Pedrosa, 23, o “Luquinha”; Márcio Cavalcante Meireles, 28, e um adolescente que não teve a identidade divulgada.

Quem puder colaborar com informações sobre os paradeiros dos três infratores que continuam foragidos, entrar em contato com a equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) pelo número do disque-denúncia da unidade policial: (92) 99176-9548. Também disponibilizamos o 181, da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM). A Polícia Civil assegura o sigilo da identidade dos informantes.

Mauro Duarte declarou que Geneses foi indiciado por homicídio qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis na delegacia, o jovem será encaminhado à Unidade Prisional de Coari, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

FOTO: Divulgação / Assessoria de Imprensa da PC-AM