Estoque no limite: Prefeita de Presidente Figueiredo solicita oxigênio ao Governo do Estado

Foto: Divulgação

O estoque de oxigênio do hospital de Presidente Figueiredo (distante 128 km de Manaus) está no limite, os últimos cilindros chegaram nessa segunda-feira (18), no entanto são suficientes para apenas um dia. Para evitar mortes por falta do material, a prefeita do município, Patrícia Lopes (MDB), encaminhou ofício ao secretário estadual de Saúde, Marcellus Campêlo, comunicando situação de urgência no Hospital Geral Eraldo Neves Falcão.

No ofício, Patrícia Lopes solicita que a Secretaria Estadual de Saúde (SES) envie imediatamente 40 cilindros de oxigênio ao município, já que a demanda diária do hospital é de 20 cilindros para atendimento aos pacientes de Covid-19.A gestora sugere também que, diante da vinda de um carregamento de oxigênio da Venezuela, por modal rodoviário, o veículo de carga possa descarregar oxigênio suficiente para atender a demanda do município, uma vez que Presidente Figueiredo localiza-se na BR-174, estrada que liga o Brasil à Venezuela e por onde, obrigatoriamente, a doação terá que passar.

Esse pedido ainda precisa de análise de viabilidade técnica, uma vez que oxigênio está vindo no balão principal do caminhão e seria então necessário encher os cilindros do hospital.

(*) Com informações da assessoria