“Eu não desisto de nada, nunca”, diz Arthur Neto sobre especulações de sua possível desistência das prévias do PSDB

Foto: Assessoria

O ex-senador e ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, que está nesta sexta-feira (01) em Goiânia (GO), reunido com lideranças e filiados do PSDB expondo sobre suas propostas, classificou de “especulações de uma leviandade sem tamanho” a notícia que andou sendo divulgada que ele pretende desistir das prévias para a escolha do candidato do PSDB à presidência da República.

“Seja no esporte, na política ou na vida, não desisto de nada, nunca. Se alguém quiser um resultado positivo sobre mim tem que me derrotar”, define.

Arthur diz ter certeza, que esses tipos de especulações que têm circulado constantemente, não partiram anteriormente do governador de São Paulo, João Doria e nem atualmente do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, ambos do PSDB e também candidatos nas prévias do partido, a quem Arthur chama de amigos.

“Essas especulações quando são publicadas no âmbito regional cheiram mais a medo e eleições, a recalque, a gente que faz política rasteira, que não é um Amazônida com a grandeza que isso significa”, comenta Arthur Virgílio, e dispara: “Eu nunca tive a mão de um cacique sobre mim, nunca tive que bajular um cacique. Sempre me resolvi só pelo que tenho de valor pessoal e não vai ser diferente desta vez”.

Candidatos em debate

Arthur Virgílio Neto confidencia ao Radar que estão sendo preparados dois debates entre os candidatos à prévia do PSDB para escolha do presidenciável da sigla. Segundo ele, um será no dia 19 de outubro no jornal O Globo e outro no dia 13 na CNN.

“Aguardem pra ver o nível de disposição que terei nessa luta, meus questionamentos. Aguardem o que eu vou dizer à Nação Brasileira. Aguardem o que vou dizer sobre o meu Estado, o que eu vou dizer sobre a nossa região, os nossos problemas e a possibilidade de solução que nós somos para o País”, destacou.

Arthur afirma que o resultado que vier das prévias do seu partido será aceito por ele, seja a vitória, seja a derrota. “Porque, na verdade, o que eu quero é o fortalecimento do meu partido. Eu nuca disse que algum candidato iria desistir, nunca coloquei nenhum defeito, pelo contrário, sou solidário a todos eles e procuro deixar claro que o ideal é fazermos uma campanha de respeito entre s três sem essas estorinhas se alguém vai me apoiar ou se eu vou apoiar alguém. E eu já tenho um candidato que é Arthur Virgílio”, destaca.

Ele comenta: “Assim como disse Churchill (refere-se ao primeiro-ministro inglês Winston Churchill), pelo que me lembro foi ele quem disse, eu prefiro um debate limpo, com uma temperatura amena, mas se as circunstâncias exigirem, luto com o calor dos caldeirões do inferno. Então eu espero que o debate seja limpo e ameno para o bem de todos, inclusive dos fofoqueirinhos regionais, que não têm valor nenhum. Os candidatos me conhecem. Doria me conhece demais e Eduardo Leite também. Todos conhecem meu lado doce, Sweet heart (doce coração ao pé da letra), mas não sou o tempo todo assim não, eu exijo respeito, assim como tenho respeito. Quem não me respeita, mais cedo ou mais tarde marga um confronto comigo. É meu recado”.