“Eu não prendo e nem solto ninguém”, diz o governador sobre Adail

IMG-20140327-WA0004

O governador Omar Aziz (PSD), enfim, quebrou o silêncio sobre o “Caso Adail”, ele que até agora, ao ouvir questionamentos da imprensa sobre o assunto, se resumia ao rápido comentário de que este caso estava na esfera da Justiça. Durante visita ao município de Coari, esta semana, Omar falou em seu discurso sobre Adail, mesmo sem citar o nome do prefeito sequer uma vez. Omar foi provocado a falar sobre o assunto por uma situação no mínimo bizarra – pra não usar qualificação muito pior – onde estudantes da rede municipal e estadual de ensino em Coari, retirados das salas de aula e “orientados” pelas próprias gestoras e educadoras de suas escolas, gritavam: “Solta Adail!”. “Eu não tenho poder pra prender, nem soltar ninguém. A Justiça é que prende e que solta”, retrucou Omar. Dessa vez, o governador também não teve como fugir do assunto, já que em uma situação não menos bizarra, os deputados federais Sabino Castelo Branco (PTB) e Átila Lins, este último do seu partido político, o PSD, que o antecederam em seus discursos, não só falaram sobre a prisão de Adail Pinheiro como disseram que ele vai ser solto e vai voltar para Coari.

“Nem tudo que vou dizer vai agradar a todos. Nós só cumprimos determinação da Justiça, e nesse caso especifico de Coari, espero que a Justiça resolva logo, quem for culpado, que seja condenado e pague pelo que fez. Se não tiver culpa, que seja inocentado”, disse Omar.

IMG-20140326-WA0009Coisas que só o Radar capta

A visita do governador Omar Aziz em Coari, segundo informações oficiais, foi para implantar o programa “Ronda no Bairro”, além de inspecionar as obras da Ponte do Pêra e de um Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti), investimentos do Governo do Estado que ultrapassam a cifra de R$ 37 milhões. Mas o Radar captou o clima de campanha política visível nas articulações do vice-governador, José Melo (PROS) já no aeroporto de Coari, e até no discurso de Omar quando disse: “Estamos aqui cumprindo o que prometemos na campanha de 2010, sem nem termos vindo aqui pedir voto, mas ganhamos a eleição também em Coari. Todos os que prometeram fazer não fizeram. Estamos fazendo o que muitos prometeram em 08 anos, 12 anos, e estou cumprindo em quatro”, comentou Omar, atingindo nas entrelinhas seus antecessores no Governo do Estado, o senador Eduardo Braga e o ex-prefeito Amazonino Mendes.

IMG-20140326-WA0000Já Melo, no aeroporto, conseguiu reunir todas as matizes políticas num mesmo lugar – incrível é que nem deu pancadaria. Foi recepcionado pelo ex-prefeito Arnaldo Mitouso, assim como pelo vice-prefeito de Adail e prefeito em exercício, Igson Monteiro, além de membros da staff de Adail, vereadores do município, e se juntou ao eclético grupo, o vice na chapa do empresário Raimundo Magalhães, segundo colocado nas eleições de 2012, o também empresário, Clemente Fernandes. A única liderança política de Coari que não esteve presente, mas foi convidado a comparecer, foi o empresário Raimundo Magalhães (Any Margareth)

IMG-20140328-WA0001

IMG-20140328-WA0002

IMG-20140326-WA0001

IMG-20140327-WA0003