EUA: 150 mortes em mais de 400 tiroteios no fim de semana do 4 de Julho

Reuters

Pelo menos 150 pessoas foram mortas na sequência de mais de 400 tiroteios nos Estados Unidos durante o fim de semana do 4 de Julho, segundo os dados compilados pelo Gun Violence Archive. E os dados ainda estão sendo atualizados.

Em Nova York, 26 pessoas foram feridas após terem sido registrados 21 tiroteios. Ainda está por apurar o número de vítimas mortais causadas por estes tiroteios.

Ainda assim, estes números representam um decréscimo face ao fim de semana do 4 de Julho do ano passado, quando foram reportados 25 tiroteios e 30 vítimas (feridos e mortes).

As autoridades têm reportado um aumento substancial de violência com armas de fogo em Nova York desde o início do ano, com 767 tiroteios a provocarem 885 vítimas – mais 40% quando comparado com o período homólogo.

Em Chicago, 83 pessoas foram vítimas dos tiroteios no fim de semana do 4 de Julho, 14 das quais morreram.

Um dos tiroteios mais mediáticos deste fim de semana festivo norte-americano ocorreu nos subúrbios de Atlanta, como destaca a CNN. No sábado, três pessoas foram encontradas mortas num country club, incluindo o jogador profissional de golfe, Gene Siller.

No domingo, oito pessoas ficaram feridas após um tiroteio em Forth Worth, no Texas. Já em Norfolk, na Virgínia, três adolescentes e uma criança de seis anos ficaram feridas após um jovem de 15 anos ter disparado contra elas.