EUA interceptam aparelho exportado para instalar software espião

aparelho-espião

A Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos (NSA) intercepta exportações de equipamentos de rede, como roteadores e servidores, para instalar softwares espiões ou “implantes”, no termo usado pela agência.

Já conhecida, a informação foi documentada em uma foto tirada em 2010 e publicada no livro “No Place to Hide” (Sem Lugar para se esconder), escrito pelo jornalista Glenn Greenwald e publicado nesta terça-feira (13) nos Estados Unidos.

A imagem da esquerda mostra os técnicos da NSA abrindo a embalagem de um roteador da marca Cisco – tipo de equipamento comum usado por empresas e provedores de internet para gerenciar suas redes ou a conexão com a internet. A foto na direita mostra uma “load station” (estação de carregamento), exclusivamente usada para realizar o “implante” no equipamento. As descrições das fotos fazem parte do próprio documento.

Segundo o texto, depois que as encomendas são interceptadas, elas são redirecionadas para um “local secreto”, onde a instalação do software espião é feita. Em seguida, o equipamento é novamente empacotado e enviado ao destinatário original.

A instalação de softwares espiões em sistemas chave para o funcionamento da rede permite que a NSA tenha uma “porta dos fundos” para acessar esses sistemas, mesmo sem conhecimento de uma falha de segurança específica que poderia permitir esse acesso.

Segundo um “catálogo” da NSA já divulgado pelo “Spiegel Online”, alguns dos implantes são peças adicionais incluídas nos equipamentos. Em outros casos, o software de controle (firmware) do hardware é alterado para dar o acesso à NSA.

Fonte: G1