Anúncio Advertisement

Ex-prefeito com contas irregulares ganha cargo de secretário de Educação em Iranduba

O prefeito de Iranduba, Francisco Gomes da Silva (DEM), o Chico Doido, fez jus ao apelido e nomeou, na sexta-feira (4), para a Secretaria de Educação, Esporte e Lazer do município o ex-prefeito de São Gabriel da Cachoeira, Amilton Bezerra Gadelha, figura conhecida pelos órgãos de controle (leia-se: Tribunal de Contas do Estado, da União e Controladoria-Geral da União). (Veja documento no final da matéria)

Quando foi prefeito de São Gabriel da Cachoeira, Amilton Bezerra Gadelha foi condenado pelos Tribunais de Contas por irregularidades na gestão dos recursos públicos.

Em uma das condenações, amplamente divulgada pela Controladoria Geral da União (CGU), o ex-prefeito foi condenado a devolver aos cofres públicos R$ mais de R 2, milhões por irregularidades nas prestações de contas da prefeitura em um convênio com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

De acordo com a CGU, em 1999, a prefeitura de São Gabriel da Cachoeira firmou convênio com a Funasa para desenvolvimento e execução das ações do sistema de assistência à saúde da população indígena em toda a jurisdição do Distrito Sanitário Especial do Rio Negro (AM).  

Mas, a auditoria-geral da Funasa constatou denúncia do Conselho de Saúde Indígena da região, de que houve mal uso dos recursos aplicados em parte dos medicamentos e por isso aprovou apenas parcialmente a prestação de contas da prefeitura.

A relação do ex-prefeito com os indígenas é um tanto conflituosa – pra não dizer coisa bem pior tá meu povo! Dando um “num tô nem ai para os órgãos de controle das administrações públicas, em outubro de 2017, o então governador Amazonino Mendes nomeou o ex-prefeito Amilton Gadelha para a presidência da Fundação Estadual do Índio (FEI). Os índios ficaram em pé de guerra com isso e um grupo de indígenas de diversas etnias protestou contra a nomeação dele.

Na época, as lideranças indígenas chegaram a protocolar um documento na Casa Civil pedindo a exoneração de Amilton Bezerra Gadelha. Segundo a legislação, os povos indígenas têm que ser consultados livre e previamente antes que seja tomada qualquer decisão relacionada aos povos indígenas – pelo jeito o que está na lei  nem sempre é respeitado né mesmo?

Assim como Amazonino, o prefeito Chico Doido de Iranduba também parece não estar nem um pouco preocupado com as irregularidades apontadas por órgãos de controle nas contas públicas de Amilton Gadelha, já que deu a ele o cargo de secretário de educação. Seja na distante São Gabriel da Cachoeira ou logo aqui perto, em Iranduba, Amilton Gadelha continua fazendo carreira na vida pública.   

Confira o documento de nomeação na íntegra