Ex-vereador de Presidente Figueiredo é preso por golpe de R$ 2,6 milhões

O ex-vereador do município de Presidente Figueiredo (distante a 127,6 km de Manaus), Maurício Gomes de Souza, conhecido como “Magon”, e sua companheira Maria Jussara da Silva, foram presos nessa quarta-feira (9) por policiais civis da Delegacia Especializada em Furtos e Defraudações (DERFD), pelo crime de estelionato. Eles são acusados de vender com procuração falsa, um imóvel no valor de R$ 2,6 milhões, localizado no condomínio de alto padrão Ephigênio Sales, zona centro-Sul de Manaus.

Segundo o delegado titular da especializada Demétrius Queiroz, o casal morava de aluguel na casa e vendeu a residência se passando por proprietário do imóvel. Os dois foram presos em cumprimento de mandado de prisão num condomínio de luxo no bairro da Ponta Negra, zona Oeste de Manaus.

Ainda de acordo com o delegado, o ex-vereador ‘Magon’ responde na Justiça por homicídio, estelionato e falsificação de documentos públicos. Maurício será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM). Já Maria Jussara será conduzida ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), onde ficará a disposição da justiça.