Expansão na rede de abastecimento levará água para 12 mil pessoas no Tarumã

A concessionária dos serviços de água e esgoto da capital amazonense, Águas de Manaus,  está implantando um novo sistema de abastecimento que irá levar água tratada até as comunidades do Portal Tarumã, Parque Riachuelo I e II e Parque Solimões, localizadas no bairro do Tarumã, na zona Oeste da cidade, beneficiando cerca de 12 mil pessoas.

Em quase dois meses de obras, 50 ruas secundárias do Tarumã já receberam as estruturas de distribuição. O trabalho deve avançar para as vias principais das comunidades. Ao todo, serão construídos 22,5 mil metros de novas redes. Lançadas no começo de outubro pela Águas de Manaus, as obras do sistema de abastecimento para o Parque Solimões, Parque Riachuelo I e II e Portal Tarumã ainda vão contar com a construção de três poços de grande profundidade e um reservatório de 2,5 milhões de litros de água potável na região.

No total, serão quase 3 mil novas ligações, garantindo mais dignidade aos moradores das quatro comunidades e beneficiando 12 mil pessoas. A previsão é que o sistema comece a funcionar no primeiro semestre de 2019, levando água tratada de maneira contínua para a localidade.

Segundo o diretor-presidente da Águas de Manaus, Renato Medicis, a expansão da rede de abastecimento no Tarumã representa um compromisso da concessionária com a cidade. “Os moradores já estão sendo informados sobre a importância do serviço e esse é só mais um passo de um grande investimento que vamos fazer para regularizar o abastecimento de água e também para ampliar as redes de esgotamento sanitário na cidade. Nos próximos cinco anos, vamos investir cerca de R$ 880 milhões na capital e até 2030 vamos estar com 80% da cidade com esgotamento sanitário, ampliando em cinco vezes a nossa capacidade atual”, afirmou.

Ampliação

Além da expansão no Tarumã, a Águas de Manaus pretende ampliar os serviços de água em outras zonas da cidade ao longo de 2019. Estão previstos 18 mil metros de novas redes de água em regiões que ainda não são atendidas pela concessionária, fazendo com que a água tratada chegue até estes locais. Outros 19 mil metros de redes de distribuição já existentes serão substituídos. Algumas adutoras da cidade vão ser duplicadas, melhorando a distribuição e reservação de água tratada na capital.

Hoje, Manaus possui 98% de abastecimento de água, com benefício direto a 2 milhões de pessoas. Mais de 630 milhões de litros de água são captados diariamente do rio Negro e tratados sob um rígido controle de qualidade. Aproximadamente 30 mil análises são realizadas mensalmente pela Águas de Manaus, num processo produtivo que envolve mais de 600 pontos de coletas.