Falta de iluminação pública na ponte Phelippe Daou é alvo de denúncia na Aleam

Foto: Reprodução

Os deputados da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), durante sessão híbrida nessa quinta-feira (10), denunciaram a falta de iluminação na Ponte Jornalista Phelippe Daou, conhecida como Ponte Rio Negro, que liga Manaus ao município de Iranduba. O deputado federal Sinésio Campos (PT) denunciou que a ponte e a avenida Manoel Urbano estão às escuras.

Segundo o parlamentar, todo o potencial turístico desses locais está comprometido pela falta de iluminação pública. “Eu fico decepcionado, pois participei da inauguração da ponte. É triste ver essa escuridão total. Era uma ponte bem iluminada, agora está uma escuridão”, enfatizou. O parlamentar pediu para que os prefeitos da região metropolitana, vereadores de Manaus e o Governo do Estado também cobrem da Amazonas Energia uma solução. O deputado João Luiz (Republicanos) concordou com Sinésio.

“Nós vimos pessoas atravessando a ponte utilizando o celular como lanternas, se colocando em risco de assalto. As pessoas estão correndo risco de morte por falta de energia”, enfatizou.

O deputado Serafim Côrrea (PSB) concordou com as cobranças feitas pelos colegas e apoiou o pleito; no entanto, sugeriu que se verificasse de quem é a responsabilidade sobre a Iluminação Pública. O deputado Dermilson Chagas (Podemos) recordou que, anteriormente, a questão da responsabilidade sobre a iluminação pública da ponte já teria sido discutida, e acredita que um parecer do Ministério Público seja importante para resolver o impasse.

*Com informações da assessoria.