“Faltou pulso, comando, humanidade e amor ao próximo”, afirma membro da CPI da Saúde

Foto: Divulgação/ Aleam

O relatório final das investigações da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde, que apontou irregularidades em contratos firmados pelo Governo na saúde pública do Amazonas, foi aprovado na última terça-feira (29) pelos membros da comissão.

O documento que indiciou 50 pessoas entre gestores, ex-secretários e pessoas ligadas às fraudes descobertas pela CPI, não irá poupar o governador do Estado, Wilson Lima, afirmou o deputado estadual Wilker Barreto (Podemos).

Com o fim dos trabalhos da CPI depois de 120 dias, Barreto solicitou, por meio de requerimento verbal, que o Ministério Público (MP) apure possível conduta de omissão de socorro praticado por agentes públicos e privados durante a pandemia. A justificativa seria as contradições dos depoimentos durante a CPI, entre Organização Social (OS) e a regulação da Secretaria de Estado da Saúde (Susam).

“Ficou muito claro na acareação que um ficou jogando para o outro sobre a questão dos leitos sobrando e o povo morrendo na porta dos hospitais”, explicou o deputado, que teve a sua solicitação aprovada pelos membros da CPI.

Para o parlamentar, a acareação entre o Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH) e a OS que gerencia a unidade hospitalar, realizada pela CPI no dia 21 de agosto, comprovou que houve negligência e omissão de socorro à população.

Ainda segundo o deputado, o fato se deu em decorrência da não entrega de leitos previstos em contrato. Além disso, Barreto afirma que houve falta de fiscalização por parte do Executivo, acarretando no alto número de mortos pela doença.

“Este relatório não pode poupar o governador, que não teve comando no momento que o Amazonas mais precisou. Estamos indiciando 50 pessoas, mas será que o governador não sabia de nenhum pagamento irregular, dos contratos superfaturados e dos leitos sobrando no Delphina, mesmo sendo pago? Faltou pulso, comando, humanidade e amor ao próximo”, disse o titular da CPI.