Após dois anos do assassinato da filha, Dona Laide pede que a Justiça julgue o assassino (ver vídeo)

A dona de casa, Laide Ferreira de Lima perdeu a filha caçula assassinada no dia 26 de junho de 2016. Josiele Ferreira de Araújo, de 23 anos foi morta dentro de casa com várias facadas pelo próprio marido, Diego do Nascimento Pacheco. Os dois eram casados há quase 10 anos e tiveram um casal de filhos, hoje com 7 e 6 anos de idade. O Radar foi ao encontro de Dona Laide que fez um relato emocionado de como tem sido difícil conviver com a perda de sua filha e esperar pelo julgamento do assassino.

Diego confessou ter matado a mulher e foi preso no mesmo dia do crime. No entanto, dois anos se passaram, ele ainda não foi julgado e a família clama por um desfecho para o drama que vive.

Em resposta aos questionamentos do Radar sobre a demora do julgamento do réu confesso do assassinato de Josiele, o Tribunal de Justiça do Amazonas informou, por meio de nota, que o processo aguarda agenda para ser pautado o julgamento de Diego pelo Tribunal do Júri.