Familiares de motorista de ambulância morto por motorista alcoolizado pedem justiça (ver vídeo)

Suspeito foi posto em liberdade provisória após pagamento de fiança na última segunda-feira (20).

Na tarde do último sábado (25), os familiares e amigos do condutor de ambulância Francisco Cavalcante realizaram uma manifestação nas ruas de Manaus para pedir justiça pela vítima, que morreu atropelada por um motorista alcoolizado no dia 19 deste mês. A manifestação se concentrou no Largo São Sebastião, no Centro de Manaus.

Para a mãe da motorista, a dor ainda é presente. “É algo horrível, uma dor que irá demorar a passar. Estamos todos sem chão”, explicou ela.

A esposa do motorista, Ellen Assam, explicou que soube da tragédia quando estava dormindo. “Nós convivemos mais de 20 anos juntos e temos um filho de 17 anos. Não quero ter muita lembrança daquele momento, pois foi trágico, quando fui acordada com a mensagem no meu celular, uma chamada via whatsapp do parceiro dele, que estava no momento do acidente, me dando a notícia. É muito doloroso pra mim mas também não quero me calar, pois estou indignada, a família toda está indignada, nós queremos justiça”, finalizou.

Algo que revoltou a família foi o fato de o suspeito de atropelar Francisco ter recebido liberdade provisória da justiça na última segunda-feira (20), após pagar a fiança de 20 salários mínimos. Além de matar Francisco, ele ainda atingiu um cadeirante no acidente.