Famílias desabrigadas após incêndio no Educandos participam de culto ecumênico

Foto: Mário Oliveira/Semcom.

As 800 famílias desabrigadas após o incêndio que ocorreu no bairro Educandos, na segunda-feira (17), participaram, na noite de Natal, nessa terça-feira (25), de um culto ecumênico em agradecimento às vidas das vítimas do maior incêndio urbano de Manaus.

Moradores do bairro e servidores que trabalham no acolhimento às vítimas também participaram da celebração, juntamente com o prefeito Arthur Virgílio Neto e a primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro.

“O culto ecumênico é uma solidariedade às vítimas e, ao mesmo tempo, um agradecimento, porque Deus poupou as suas vidas. E, portanto, lhes dá uma oportunidade de recomeçar com a ajuda de todos nós. Juntos estamos fazendo o Natal mais solidário e cristão de toda a história de Manaus”, disse o prefeito.

O pastor da Igreja Universal, João  Carlos, e o pároco da Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, do bairro Educandos, padre Amarildo Luciano, realizaram o culto ecumênico  com palavras de fé e esperança direcionadas aos desabrigados.

“Tivemos  a oportunidade de falar para as pessoas que existe algo que construímos externamente, porém precisamos nos reconstruir como pessoa por dentro para sermos cada vez melhores. Se ninguém morreu, foi porque o Senhor nos deu a oportunidade de uma vida nova”, enfatizou o padre Amarildo.

Quem participou da celebração se emocionou com as palavras e fez questão de agradecer a todos que se mobilizaram a partir das doações.

“Quero agradecer a Deus, em primeiro lugar, porque todos nós estamos com vida. Perdemos tudo, mas estamos de cabeça erguida para começar tudo de novo. E agradecer a todos que tem nos ajudado com doações e abrigo. Estamos sendo bem atendidos”,  disse Marineuza Soares, que perdeu tudo e agora está em um dos abrigos destinados às vítimas.