Faturamento do Polo Industrial de Manaus tem alta de 15 % em nove meses

O Polo Industrial de Manaus (PIM) faturou cerca de R$ 67,8 bilhões até o terceiro trimestre deste ano, segundo indicadores da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), divulgados nessa quarta-feira (28). O valor é 15,32% superior aos R$ 58,8 bilhões arrecadados no mesmo período de 2017. Segundo os dados, o polo Eletroeletrônico foi setor com maior participação no resultado positivo.

Na avaliação do superintendente da autarquia, Appio Tolentino, o mês de setembro repete a tendência verificada durante o ano, trazendo números de recuperação do ciclo de atividade econômica do PIM em relação aos últimos três anos. “Fica demonstrado, mais uma vez, a resiliência do modelo ZFM e sua capacidade de superar profundas crises como a que enfrentamos a partir de 2015”, disse Tolentino, por meio de assessoria de imprensa.  

De acordo com os indicadores da Suframa, em dólar, o faturamento acumulado de janeiro a setembro do PIM foi de US$ 18.8 bilhões, alta de 1,24% na comparação com 2017 que foi de US$ 18.6 bilhões.

Mão de obra

A mão de obra no PIM teve média mensal acumulada até setembro de 87.460 trabalhadores, entre efetivos, temporários e terceirizados. O número é 0,67% maior que a média acumulada em 2017, quando registrou 86.872.  Até o terceiro trimestre do ano ocorreram 17.853 admissões e 17.973 demissões, um saldo negativo de 120 vagas.

Por outro lado, em setembro deste ano o registro total  foi de 86.168 empregos, número 0,92% inferior ao total de vagas registrado em agosto com 86.990.

Segmentos

Conforme as informações fornecidas pelas empresas incentivadas do parque fabril de Manaus, o polo Eletroeletrônico teve a maior participação no resultado global de faturamento com R$ 19,1 bilhões faturados até setembro. O valor corresponde por 28,21% do total do PIM.

Em seguida, aparecem os segmentos de Bens de Informática (R$ 14,1 bilhões), com participação de 20,87%; Duas Rodas (R$ 9,59 bilhões), com 14,14%; e Químico (R$ 8,8 bilhões), com 12,98%.

Produtos e volume

Entre os produtos que apresentaram incremento relevante de produção no acumulado do terceiro trimestre, estão o condicionador de ar de janela ou de parede de corpo único (102,55%); telejogo (78,29%); microcomputador portátil (39,64%) home theater (37,55%); microcomputador desktop (33,93%); e motocicleta, motoneta e ciclomotor (20,50%).

Já em termos de volume de faturamento destacaram-se: televisor com tela de cristal líquido (R$ 12,54 bilhões e US$ 3.56 bilhões); motocicleta, motoneta e ciclomotores (R$ 7,48 e US$ 2.07 bilhões) e telefone celular (R$ 7,33 bilhões e US$ 2.03 bilhões).

Exportação

Os dados mostraram, ainda, alta de 19,45% na exportação de produtos do PIM em moeda nacional e de 3,93%, em dólar, na comparação do acumulado até setembro deste ano com o mesmo período do ano passado.