Fausto Junior revela ao Radar que vai assinar CPI da Pandemia na próxima terça-feira (06)

Foto: Reprodução

Com exclusividade ao Radar Amazônico, o deputado estadual Fausto Junior (MDB) comunicou que deve assinar na próxima sessão plenária, que ocorrerá na terça-feira (06) o pedido de criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, que visa investigar a gestão do governador Wilson Lima (PSC) durante a crise causada pelo novo Coronavírus.

No Amazonas, mais de 13 mil vidas já foram perdidas em decorrência da doença, muitas dessas pessoas morreram asfixiadas por conta do desabastecimento de oxigênio nos principais hospitais e prontos socorros do Estado, o que levantou os olhos das autoridades sobre a gestão do atual governo.

A Procuradoria Geral da República (PGR) protocolou uma denúncia contra Wilson Lima, acusando o governador de permitir a instalação de uma organização criminosa no seio do Governo do Estado. A denúncia ainda deve ser analisada pela Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que vai decidir se aceita ou não a queixa contra Lima.

Em decorrência dos inúmeros escândalos envolvendo a gestão estadual, os deputados Wilker Barreto e Dermilson Chagas, ambos do ‘Podemos’, e que fazem parte da bancada de oposição à Wilson Lima na Assembleia Legislativa, decidiram entrar com o pedido de abertura da CPI da Pandemia, mas foram ignorados pelos colegas, conseguindo apoio apenas de dois parlamentares, Delegado Péricles e Nejmi Aziz, nos últimos três meses.

A CPI voltou à tona na semana passada após a participação de Fausto na CPI da Covid-19 do Senado Federal, onde o parlamentar foi questionado pelos senadores sobre os trabalhos da CPI da Saúde do Amazonas, realizada ano passado e que não indiciou o governador Wilson Lima.

Desde o depoimento de Fausto no Senado, o pedido de criação da CPI da Pandemia do Amazonas ganhou duas novas assinaturas, a do deputado Ricardo Nicolau (PSD) e a do presidente da casa, Roberto Cidade (PV). Atualmente, o pedido de criação da nova Comissão Parlamentar de Inquérito conta com seis assinaturas, e com o apoio de Fausto, restará apenas uma assinatura para a abertura dos trabalhos.

Composição da CPI

O Radar recebeu informações de que o Podemos, partido dos deputados Wilker Barreto e Dermilson Chagas, diante da real possibilidade de instauração da CPI da Pandemia no Legislativo estadual, não abre mão de ocupar ou a presidência ou a relatoria da comissão de inquérito. A indicação do partido para ocupar uma dessas cadeiras é o deputado Dermilson Chagas.