Febre amarela já matou 38 pessoas no Rio de Janeiro em 2018

Trinta e oito pessoas já morreram acometidas por febre amarela no Estado do Rio de Janeiro em 2018, segundo boletim divulgado nessa quinta-feira, 22, pela secretaria estadual de Saúde. O número de casos chegou a 85. Em relação ao balanço anterior, apresentado pela pasta na véspera, foram confirmadas mais uma morte e três casos.

A morte mais recente ocorreu em Piraí, município que até esta quinta-feira não constava da lista de locais onde houve infectados. Os três novos casos foram confirmados em Piraí, Angra dos Reis e Paty do Alferes.

Dezoito municípios do Estado do Rio registram pelo menos um caso de febre amarela. O município com mais casos continua sendo Valença (18, com seis mortes), seguido por Angra dos Reis (15 casos e nove mortes), Teresópolis (12 casos e seis mortes), Nova Friburgo (7 casos e três mortes), Sumidouro (6 casos e duas mortes), Cantagalo (5 casos e três mortes), Duas Barras (5 casos), Rio das Flores (3 casos e duas mortes), Carmo, Maricá e Vassouras (2 casos e uma morte em cada município), Paty do Alferes (2 casos), Engenheiro Paulo de Frontin, Miguel Pereira, Paraíba do Sul, Piraí (1 caso e uma morte em cada), Petrópolis e Mangaratiba (1 caso em cada).

O Estado registra dez casos de macacos mortos pela febre amarela: em Niterói, Angra dos Reis, Barra Mansa, Valença, Miguel Pereira, Volta Redonda, Duas Barras, Paraty, Engenheiro Paulo de Frontin e Araruama.

Fonte: Estadão Conteúdo.